Filme da Semana: Kung Fu Panda

Um simples modo de viver ? talvez apenas mais uma arte marcial como outras mas, o Kung Fu se diferencia das outras, a ÚNICA que ousou de observar os animais para criar seus próprios métodos, golpes mas, não existe uma fonte concreta e é como dizem, uma Lenda. A Hierarquia e a disciplina usadas para passar essa docê e suave arte de se denfender dos pais para os filhos, dos filhos para os netos e por aí vai foi indo, indo, até chegar agora, hoje. Kung Fu significa tempo e habilidade, ou seja, dependemos de tempo para que nossas habilidades sejam capazes de derrubar tudo que nos impede de sermos felizes. Nada melhor como demonstrar todas essa herança cultural e lendária com numa simples animação (assim demonstrava no começo) mas não foi bem assim, a “explosão kung fu panda” foi inevitavelmente uma explosão, não chegou ao ponto de grande bilheterias como Procurando Nemo ou Toy Story 3 mas, deixou sua herança cultural.

O Tema do Filme da Semana dessa sexta é a animação Kung Fu Panda, o início de uma saga, o início de uma lenda toda branca, gordinha e com manchas pretinhas chama Po. O Próprio sonha em ser um lutador profissional de kung fu junto aos Cinco Furiosos, Mestre Tigresa, Mestre Macaco, Mestre Garça, Mestre Víbora e Mestre Louva-a-Deus. Não sei o que me deixou mais de boca aberta, a questão de que o filme teve um roteiro perfeito ou a questão que a animação demonstrou melhor e mais detalhadamente a arte do kung fu do que muitos filmes Japoneses por ai. Po passará por diversos treinamentos e, mesmo que sua naturalidade seja de um simples Panda esfomeado, preguiçoso e bem desajeitado ele consegue passar vitoriosamente por lá. O Ponto positivo do filme são as próprias cenas em humorados de Po junto com a cenas de Ação protagonizada pelo cinco furiosos e a “grande luta” entre Po e Tai Lung. O Ponto Negativo do filme seria o mesmo que citei no Filme da Semana anterior, a duração, 90 minutos não são suficientes para suprir a cede de aventura tanto dos críticos como do publico-alvo. A Sequência veio 3 anos depois, em 2011, Kung Fu Panda 2 fala um pouco mais sobre as Origens do Panda, aos poucos ele começa a descobrir sua verdadeira identidade (claro, mesmo sendo um personagem fictício ele não poderia ser tão desatento para pensar que seu pai é um Ganso).

Os personagens tiveram destaque pois tiveram a oportunidade de serem feitos por grandes astros como Jack Black, Angelina Jolie, Dustin Hoffman, Jackie Chan, Seth Rogen, Lucy Liu, Jean-Claude Van Damme etc. O Sucesso também foi inevitável, impossível de não prever, ambas produções (primeira versão e a sequência) tiveram um lucro total de 1.297.436.841 Bilhões de Dólares, sendo uma das Animações mais lucrativas de todos os tempos. Eu adoro deduzir, tentar adivinhar mas nem é sempre que dá certo, Kung Fu Panda 3 virá com certeza, quem teve a oportunidade de Assistir tanto o primeiro tanto como o segundo sabe o final, o desfecho em que o Pai de Po está vivo, a lenda que dizia que Po era o último panda não mais será citada, os Pandas voltaram ao cinema, em grande Número, para nossa Alegria.

Efeitos Especiais: 9,3
Atuações: 8,1
Cenário e Figurino: 10,0
Nota Final: 9,1

Direção: Mark Osborne e John Stevenson.

Elenco: Jack Black, Jackie Chan, Dustin Hoffman, Lucy Liu, Ian McShane, Dan Fogler, Angelina Jolie, Dorinda Katz e Seth Rogen.

Ano de Lançamento: 2008.

Duração: 90 minutos (1 hora e meia).

TRAILER: 

Thiago Oliveira – Crítico de Cinema / @ThiiihOliveira.

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s