Capítulo 23 de Além de amigos

Capítulo 23:

Manhã, tarde e noite, essa galera só sabe conversar!

Guilherme entra na sala, e pergunta o que está acontecendo. Rodrigo responde.
– Eu e a Renata se beijamos.
Renata fala um detalhe muito importante.
– Mas tudo porquê a professora pediu, que eu e o Rodrigo, mostrasse como é um beijo de novela.
Guilherme mais aliviado fala.
– Então foi tudo encenação? Vocês não se beijaram de verdade?
A professora Lua, se levanta da sua cadeira, e vai pra frente da sala.
– Eles estão apenas fazendo uma amostra.
– Mas pra quê?- pergunta Guilherme ainda com os livros na mão.
– Porquê hoje nossa aula, vai ser de teatro, vamos aprender a fazer cenas de beijos, e cenas de brigas.  Foi por isso que pedi pra você trazer esses livros.
– Agora entendi!-fala Guilherme aliviado.
Ele deixa os livros na mesa da professora.

Depois do turno de aula terminar, antes de Laryssa e Naiara,começarem o teste pra saber quem é o garoto fantasiado, Laryssa e Gabriel  ficam conversando na frente da escola.
– Laryssa preciso da sua ajuda.- fala Gabriel
– Pra quê? Sabia que eu posso te negar ajuda, porquê eu pedi ajuda a você, pra descobrir quem é o garoto fantasiado, e você nem me ajudou!
– É uma coisa muito imporante.
– O quê?
– Quero que você me ajude, a ficar com um garota.
Laryssa fala toda empolga e curiosa, e pergunta.
– De quem você tá gostando? Eu quero saber!
– Se você me ajudar,  eu te conto quem é.
– Claro que vou te ajudar! Agora conta quem é?
– Antes você me ajuda, depois da sua ajuda, eu te conto.
– Depois você vai até minha casa, que eu te ajudo, agora preciso ir pra praça de esportes, descobrir quem era o garoto fantasiado que me beijou. Você quer ir?
– Não quero, nem posso! Depois apareço lá na sua casa.

Alguns minutos depois, Naiara e Laryssa, estão na parte verde, da praça de esportes.
– Como você pode ver, tem uns 10 garotos.- fala Naiara observando os garotos fantasiados.
– Um deles, tem que ser o que me beijou.- fala Laryssa
– Quero saber porquê apareceu 10 garotos, em vez de aparecer só o de verdade.- fala Naiara
– Eu ofereci uma recompensa, pro garoto fantasiado aparecer. Uma recompensa básica.
– Agora tá explicado. Vamos começar o teste?
– Pode!
– Vou ir buscar o primeiro garoto.
Todos garotos estão fantasiado, mas não com a mesma fantasia, até porquê nem todos eles, perceberam aos detalhes, como seria a fantasia, do verdadeiro garoto fantasiado. Laryssa beija, cada garoto, um beijo francês claro, depois de beijar todos garotos, ela fica decepcionada.
– Pelo beijo, não era nenhum deles, até porquê todos ficaram, falando, e não paravam de falar, só quando me beijam, eles calaram a boca.
– Não desista, chegou mais um.-fala Naiara
– Chame ele, será o último que vou beijar.
Naiara, busca o garoto que está fantasiado, ele chega perto de Laryssa, eles dão um beijo francês, e ele corre, foge dali, sem dar uma palavra, só deixa no chão, um papel, com o e-mail dele.
– É ele!- fala Laryssa
– Como você pode ter tanta certeza?- pergunta Naiara
– O beijo. Ele não disse um palavra, ele fez igual no dia da festa. Ele é o garoto fantasiado, que me beijou.
Naiara pegou o papel que estava no chão, e deu pra Laryssa.
– Então, aqui está o e-mail do garoto fantasiado.

Quem será o garoto fantasiado, porquê ele não quer revelar a identidade?

Casa da Giovana, Brenda e ela, estão no quarto conversando.
– O Roberto, é o sonho de qualquer garota.- fala Giovana
– Não vou negar, que você tem a razão. Mas não trocaria o Pedro por ele.
– Nem deve trocar. Mas já eu, estou sem ninguém! Então melhor eu aproveitar.
– O que você achou da aula de teatro e coral hoje?- pergunta Brenda
– Achei uma maravilha, tive a sorte de beijar o Roberto. Tudo bem que foi um beijo de mentirinha, mas foi bom.

Casa da Karol, ela e Dieique conversam na varanda.
– Eu sei que você ama minha amiga,de verdade.- fala Karol
– Eu sou um idiota, de ter feito uma aposta, pra ficar com ela.
– É você é um idiota mesmo. Mas acho que tem como corrigir esse erro.
– Como?
– Você vai reconquistar ela. Dizendo que está arrependido, e etc…
– Mas ela não vai acreditar em mim.
– Mas se você não vai dizer diretamente pra ela, ela só vai ter que ouvir você dizendo.

Quarto da Bianca, ela e Murilo conversam, abraçados e deitados na cama.
– Eu tive um sonho, mas não quero contar pra ninguém.
– Pode contar pra mim, o que você sonhou?
– Eu sonhei, que um médico, dizia pra alguém ”Você está grávida”. Depois, eu estava no meu quarto, falando no meu celular, quando eu falo ”Grávida?”.
– O que isso pode significar?
– Não sei. Que alguma amiga minha, vai ficar grávida? Talvez pode ser isso.
– Você tem que avisar suas amigas, nenhuma adolescente quer ficar grávida, com 15, 16 anos.
– Eu sei! Mas como eu vou chegar, e falar pra minhas amigas ” Quando você for transar, não esqueça da camisinha, porquê eu sonhei, que uma amiga minha vai ficar grávida”. Esse sonhos, que prevêr o futuro, estão me deixando louca.
– Mas você sonhou com um cemitério, e sua amiga morreu. Você tem que falar com todas suas amigas.

Naiara e Andrew, estão na casa de Naiara, no quarto dela,deitados na cama, abraçados, vendo filme, o filme já está nos segundos finais.
– Eu gosto muito desse filme, já vi ele  várias vezes.-comenta Naiara
– Agora terminou.-diz Andrew
– Eu vou tomar um banho, pra depois, a gente dá um passeio.- fala Naiara
– Eu vou ficar aqui, vou mexer um pouco no computador.
Naiara, vai tomar banho, no banheiro que ela tem no seu quarto, e Andrew fica no computador do quarto de Naiara.

De volta no quarto da Giovana.
– Você vai ter que ir embora!-fala Giovana
– Porquê?-pergunta Brenda
– O Roberto vai chegar daqui a pouco, ele disse que iria na casa dele rápido, e já vinha pra cá. E eu quero ficar sozinha com ele.
– Então tá, eu vou embora.

Casa de Pedro, ele e Guilherme,  estão jogando futebol no vídeo-game.
– Você tá afim da Renata, não tá?- pergunta Pedro
– Porquê você acha isso?- pergunta Guilherme
– Sua cara, na hora que você entrou na sala, e viu Renata e Rodrigo, se beijando, dizia ” Ela tá beijando ele, não eu, era pra ser eu.”, pode contar somos amigos.
– Tá eu estou afim dela! Mas não sou eu apenas, parece que quase todos garotos da escola, só sabe olhar pra ela.
– É impossível não olhar pra ela, ela merecia ganhar o oscar de garota mais sexy do ano. Mas você vai pedir pra ficar com ela?
– Não sei, ainda acho que não é hora.
– É a hora de você deixar de ser figurante, e virar o protagonista da sua vida cara, e a Renata é seu par romântico.
– Deixar de ser figurante, e ser protagonista, não sei! Mas sei que foi goooooooooooolll!!!!- grita Guilherme, quando marca um gol contra Pedro no video-game.

Rodrigo e Anderson, estão na casa da Juliana. Eles estão tomando um banho de sol, na beira da piscina.
– Está fazendo o tratamento Rodrigo?- pergunta Juliana
– Comecei fazer. Meu médico, disse que as chances de curas, são grandes.
Até quando Rodrigo vai ficar mentindo?
– Juliana, você ficou sabendo da ideia maluca da Laryssa, de saber quem é o garoto fantasiado?_-pergunta Anderson
– Fiquei sabendo, a Laryssa é louca, mas deixa ela, já que ela quer descobrir quem beijou ela, na festa beijo na boca… deixa ela descobrir!-reponde Juliana
– O que você achou do Roberto e da Renata?- pergunta Rodrigo pra Juliana
– Os dois parecem ser bem legais, ele veio na minha casa, estudamos matemática.
– Será que vocês só estudaram mesmo?-pergunta Anderson
– Cala boca Anderson! Não se beijamos! Até porquê eu ainda gosto do Dieique.
– E a ”Pessoa do Blog”, quem será?-pergunta Rodrigo
– Não sei! Mas quando eu descobrir quem é, vou matar essa pessoa.- Juliana solta as palavras furiosas.

De volta na casa de Pedro, ele e Guilherme agora, estão conversando na área de lazer da parde de fora da casa.
– E você e a Naiara?- pergunta Guilherme
– Como eu te falei, se beijamos no shopping, mas depois daquilo, não se falamos mais.
– Você acha que vocês tem chance de voltarem?
– Vamos voltar! Eu e ela, somos o Romeu e Julieta, do século 21.
– Cuidado pra não se matar envenenado!-fala Guilherme dando umas risadas.
– Engraçadinho!! Só preciso provar que eu amo ela, e transei com a garota na festa, só porquê estava bêbado.
– Isso vai ser difícil.

A noite chega, Juliana resolve, convidar seus amigos Gabriel, Laryssa, Bianca, Anderson, Rodrigo e Karol, pra dormirem na casa dela. Bianca é a única que não pode ir dormir na casa dela, ela já tinha marcado de passar a noite com o namorado dela. Juliana e  seus 5 amigos, resolvem fazer a noite do terror no quarto da Juliana, cada um vai contar uma história de terror. Uma lenda urbana. Juliana é a primeira a contar sua história. Com as luzes apagas, com alguns adereços de terror, e apenas uma lanterna, Juliana começa contar a história pra seus amigos, no seu quarto.
Juliana resolve contar a lenda ”Terror em Eagles School”.

Terror em Eagles School
Terror em Eagles School. Tudo aconteceu, em 1997 na Eagles School.Existia um garoto,todo esquisito,seu nome era Pierre e todos o odiavam. Ele tinha um jeito diferente e como a cidade era pequena,no interior,ele era discriminado por todos. Pierre se vestia do seu próprio jeito,tinha suas próprias idéias,muitas vezes contrarias á de todos. Pierre morava com sua tia Magda,tendo seus pais falecidos,sua tia cuidava dele. Pierre sofria de bullyng na escola, sempre tentava lidar de melhor jeito com tudo,mas sempre caiam matando em cima dele.Pierre não tinha amigos,mas sempre tentava arrumar um e com a seguinte conseqüência,um chute nas costas e o quebrar de dentes. Não adiantava,era ele,sozinho ali e no mundo. Certa manhã,em sua escola,acontecia à feira de Halloween que era incentivada por ele.Ele levantava cedo.Hoje é um dia especial,ele dizia.Caminhava para fora de casa,ia para escola contando seus passos.levava em mãos sua mascara branca,para a comemoração.chegando ao destino,ele,avista uma caminhonete preta com seus colegas dentro, ele cumprimenta e a caminhonete chegava á ele. Dois de seus colegas saiam do carro,com bastões de baseball,garrafas de vidro,foices,machados e arame farpado.Correram até ele e o prenderam aos braços de um dos homens. Espancaram-no,até ocorrer o desmaio,amarraram-no com o arame farpado e começaram á açoitar o garoto.Roubaram seu dinheiro e urinaram em cima dele e o encostaram num canto da esquina, feito um mendigo morto. O plano dos garotos era só dar-lhe umas sovas,e ensinar á se “portar diante á eles”. O fim de semana havia passado,era véspera de Halloween,na escola todos esperavam não ver Pierre naquele dia. Sabiam alguns que morrera. Mas de repente ele aparece na escola,não normal,mas pálido e todo machucado.Não deu uma palavra sequer na aula, sequer tinha palavras a dizer, era para ele o terror ,um inferno social. No dia do Halloween ele não comparece ás aulas por motivo de Óbito. Todos se assustam com sua morte,mas isso logo passa,era um lixo da sociedade,que ela descarta.

Era noite de Halloween e todos saem para comemorar o dia das bruxas e a morte de Pierre.Os agressores foram às ruas atirar em gatinhos e fazer maldades.Estavam andando quando caem em uma vala,cheia de cobras e pedras pontiagudas.Morrem.Ninguém sabe quem foi.Certa manhã na escola,chega um aluno novato de nome Pierre para estudar. Ele parecia muito com o falecido,todos estranhavam. Sua mochila era grande e pesada,ele carregava algo lá, de muito estranho. Na sala não existia ventilação correta,no recreio Pierre joga querosene, e abre um galão de gás que tinha em sua mochila, fecha as portas e janelas, apaga as luzes. Esperava quieto alguém chegar e acender a luz. O recreio acaba e chegando todos os alunos dentro da sala,era costume o ultimo que chegasse acendesse a luz. O plano da explosão falha,mas dentro da sala os alunos morriam sufocados.Era a chance.Ele risca um fósforo e explode tudo,mata a todos, agora sim ele pode descansar em paz. Depois do acontecido, a escola muda de nome,para Institute of education,(HSIE) e ninguém ouviu falar de mais de Pierre.

Depois de Juliana, e todos contarem suas lendas urbanas, eles resolvem ir dormirem.
– As garotas ficam comigo, no meu quarto. E os garotos dormem no quarto de hóspedes._-fala Juliana
– Só no mesmo quarto né?- pergunta Gabriel
– Pode ficarem calmos, que é só no mesmo quarto, mas em camas separadas.-fala Juliana
– Se não fosse, eu iria embora agora!_ fala Rodrigo

O maior medo não é o medo, de insetos, animais, ou da morte, não é o medo, de ouvir uma história de terror, o pior medo é  esse:


Frase final:O que eu mais tenho medo é de amar, e não ser amada.- Maysa

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s