Caminhos Singelos | Capítulo 5

Pedro e Marina seguiram de carro pela estrada, passaram pelo posto de policiamento e alguns minutos depois avistaram um homem no meio da estrada. Pedro teve que frear.

Pedro – O que está acontecendo?

Homem – Cala a boca, é um assalto.

Pedro – Per…

Homem – Não fala nada, não se mexe, ou eu atiro.

Pedro ficou imóvel. Marina prendeu a respiração e o assaltante recolheu seus celulares, cartões de crédito, aparelho de som e tudo de valor que estava a sua vista.

Homem – Essa aliança no dedo de vocês é de quê? Ouro 20 quilates? Passem-na.

Pedro – Aí já é demais.

Pedro deu uma cotovelada no ladrão, abriu a porta do carro em cima do corpo dele, fazendo cair. Pisou no acelerador e o carro saiu em disparada.

Marina – Amor, você tá louco?

Um vidro atingiu o espelho retrovisor do lado do motorista. Marina olhou para trás.

Marina – É ele, está nos seguindo em uma moto.

 

Clarisse – Tá vendo o que você fez? Agora aquela empregadinha vai ficar me fazendo chantagem, era só o que me faltava.

Milton – Quem mandar fazer coisa errada.

Clarisse – Cale sua boca estúpido. Você já fez muita coisa errada na sua vida, aliás, continua fazendo.

Milton – Mas o que você vai fazer com ela?

Clarisse – Não sei, vou dar um jeito de calar a boca dela.

Clarisse saiu correndo escada a baixo e encontrou a empregada na calçada do prédio.

Clarisse – O que você tá pensando, garota? Que vai fugir do serviço assim?

Alcione – Eu já falei que to cansada, trabalhei muito esses dias.

Clarisse – Se você acha que vai sair por cima nessa história…

Alcione – Eu não acho nada, mas o seu Thiago vai achar…

Clarisse – Eu não vou fazer o teu joguinho!

Alcione – Que jogo? Não tem jogo nenhum. Dona Clarisse, já que a senhora é uma patroa tão boa, eu fiquei pensando assim… to muito cansada, não quero pegar ônibus, será que não dava pra me descolar uma graninha pro táxi?

Clarisse puxou uma nota de cinquenta reais da carteira e entregou a empregada.

Clarisse – Se vira com isso aí.

 

Em sua casa, Creusa tomava café com a síndica do condomínio, elas conversavam sobre as reformas que seriam feitas.

Orquídea – Então, nós vamos repaginar totalmente a frente do prédio…

Creusa deixou a xícara com café cair no chão.

Orquídea – O que foi?

Creusa – É só uma sensação estranha.

Orquídea – Deve ser seu estomago, veja a hora. Meio dia e nós tomando cafezinho.

Creusa forçou uma risada.

 

Na casa de Clarisse, Thiago chegara com Otávio e encontrara sua esposa pondo a mesa.

Thiago – O que é isso, amor?

Clarisse – O filho da Alcione ficou doente e ela teve que sair.

Thiago – Você cozinhou?

Clarisse – Não, ela deixou a comida pronta.

Thiago – Entendo…

Milton – Tá na hora do almoço?

Clarisse – Sim, Milton. Pode sentar-se.

Otávio – Mamãe, eu tirei nove na prova de inglês.

Milton – Nove? Só isso? Você tem que tirar dez, menino.

Clarisse – Não fale assim com o meu filho. Parabéns, pequenino.

A capainha toca. Clarisse faz uma expressão de surpresa.

Clarisse – Tá esperando alguém para o almoço, Thiago?

Thiago – Na verdade, sim.

Thiago fora a porta receber a pessoa. Minutos depois voltara com uma mala enorme e uma pessoa vinha logo atrás dele.

Clarisse – Carol?

Carolina – Clarisse, como você tá linda.

Otávio – Tia Carol.

Carolina – Tavinho, como você cresceu.

Milton – Filha, como vai?

Milton se levantou para dar um abraço na filha, mas esta o olhou de cima a baixo e recusou o abraço.

Carolina – Vou bem. [Disse se esquivando] Vejo que cheguei na hora certa.

 

Marina e Pedro estavam sendo perseguidos pelo bandido na estrada Porto de Galinhas – Recife.

Marina – Amor, to com muito medo.

Pedro – Relaxe, tem um posto policial mais adiante, lá eu faço o B.O.

Marina – Mesmo assim. Esse homem é um louco.

O homem deu um tiro que atingiu a parte envidraçada na traseira do carro. Pedro virou o rosto para olhar.

Marina – CUIDADO!

O carro estava fazendo trajetória onde seria uma curva e capotou no declínio. 

 

Um comentário em “Caminhos Singelos | Capítulo 5

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s