Veja no Repórter Record (18/11/2012): o drama dos acumuladores compulsivos

O que leva uma pessoa a acumular coisas? Pior: o que leva uma pessoa a acumular coisas que não tem a mínima utilidade? Revistas, jornais, utensílios domésticos, brinquedos, ferramentas e tudo mais do que pode ser produzido pelo homem. Alguns objetos são necessários. Mas e os que não são? Qual o sentido de guardar dentro de casa? No Repórter Record deste domingo (18), Marcelo Rezende investiga os casos de pessoas que tem a compulsão de acumular coisas, mesmo sem ter uma real necessidade de uso.

Você vai conhecer a história do homem que tem compulsão por guardar informações. Revistas, livros, jornais, fica tudo espalhado pelos cômodos. Nem dá para andar pela casa. Ele sofre de uma espécie de distúrbio organizacional. E a família sofre junto.

Em outro caso, a história do casal que perdeu a guarda dos filhos. Eles viviam em tamanha bagunça que hoje as crianças vivem com os avós, por determinação da Justiça – que ainda exigiu um tratamento psiquiátrico para a mulher. O marido diz que a mulher tentou melhorar a organização da casa. Mas simplesmente não conseguiu. 

Você também vai conhecer a história da mulher que não acha que acumula coisas, mas sim que “salva” objetos. O detalhe é que o pai dela era lixeiro e sempre trazia para casa objetos encontrados na rua. Um legítimo hábito herdado da família. Casada há 46 anos, ela teve cinco filhos. Só que o marido é alcoólatra e foi internado várias vezes por esquizofrenia. Com os filhos criados, ela diz que se sente sozinha e usa as compras para ter o que fazer. Hoje diz que a única fonte de felicidade é a compra. 

O drama dos acumuladores compulsivos. Neste domingo (18), no Repórter Record, logo depois do Domingo Espetacular.

DIVULGAÇÃO (RECORD)

NESTE DOMINGO – ÀS 23H15

REPÓRTER RECORD – NA REDE RECORD

4 comentários em “Veja no Repórter Record (18/11/2012): o drama dos acumuladores compulsivos

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s