IDENTIDADE SECRETA, CAPITULO #4 “

identidade secreta bammer

NO CAPITULO ANTERIOR…

John abraça o corpo gélido do filho.

– Talvez a morte tenha mais segredos para nos revelar que a vida.

E assim, John sai do laboratório.

O Legista começa a cortar o corpo de João Paulo…

No corredor John sussurra algo para si.

-EU VOU TE VINGAR FILHO! EU VOU ENCONTRAR O SEU ASSASSINO, E VOU TIRAR AQUILO QUE ELE MAIS AMA…

INT-MIAMI BEACH-HOTEL-NOITE

Em uma cama estava Dana.

Em outra estava Andy e Caroline, ambos estavam abraçados. A sinfonia de Mozart ecoava sobre os quatro cantos do apartamento.

-Promete que nunca vai deixar nada acontecer com a gente? – pergunta Caroline.

-Eu juro.

Os dois se beijam, e tem uma noite de amor. Porém, talvez, á ultima delas.

 

CONTINUAÇÃO IMEDIATA DO CAPITULO ANTERIOR.

 

INT-MIAMI BEACH-HOTEL-NOITE

O sol de Miami Beach adentrava incondicionalmente no quarto de Hotel de Andy. Com uma decoração elegante, moveis jeitosos, e uma bela cama macia, estava lá, deitada delicadamente, Caroline. Ao lado dela, uma escrivaninha de mármore, sobre a escrivaninha um abajur, ao lado do abajur um celular portátil.

O celular dispara uma melodia sinfônica. Alguém estava ligando para Andy. Vagarosamente, Caroline, atende ao telefone. Sua voz doce e melódica, romântica a pessoa na outra linha. Após meros segundos, Caroline alerta para Andy (que estava na cozinha) que o seu pai, Geraldo tinha um convite para ele.

-Amor, seu pai.

Andy, pega o telefone, uma conversa longa e divertida se prossegue.

-(VOICE OVER) Sim, tá ok, pai. Estamos indo, estamos ai em uma hora. Um abraço.

Andy depois de guardar o celular, olha para sua esposa e diz.

-Vamos para um acampamento.

-Acampamento, aonde? Aqui?

-Sim, meus pais souberam que iriamos vir para cá e alugaram uma ilha aqui perto. Vamos?

-Você sabe que, conviver com seus pais é uma das sete maravilhas do mundo, não sabe? – Irônica.

-Sim, sim, sei.

Ambos se beijam.

-Vamos arrumar as malas.

INT-CEMITÉRIO-NUBLADO

Dava para contar nos dedos quantos eram os presentes nesse enterro.

Todas as pessoas vestidas de preto. O corpo do filho de John, João Paulo estava sendo velado.

Algumas pessoas jogaram flores, Flores…

EXT-CEMITÉRIO-CARRO DE JOHN MALVOVIK-NUBLADO

-Senhor, encontramos o paradeiro do Argente disfarçado que armou para o seu filho.

-Achou é? E aonde ele se encontra.

-Miami Beach, com a família.

-Ótimo, extermine-o. Mate.

-Tudo bem.

-Espere!

Uma mulher com um capuz dentro do carro olha para o Guarda Costa de seu marido John e diz.

-Mate a família.

-Tem certeza disso, querida?

-O faça sofrer. MATE A FAMILIA DELE.

-Sim senhora.

O vidro do carro se fecha.

INT-ILHA IMERSA-MIAMI-DIA ENSOLARADO-PARTE SUL

Uma criança corria. Dois garotinhos brincavam de pega. Duas menininhas faziam castelinhos de areia. E mais atrás a filha de Andy penteava o cabelo da bonequinha.

Estava um dia feliz, um dia especial. Sentado numa cadeira olhando o mar estava Andy.

Tudo esta muito perfeito.

Pensou.

-Filho, venha aqui deixa eu te mostrar algo.

Era o pai de Andy. Carlos Walthowisk.

Carlos levou o filho até seu escritório particular.

-Esta vendo essas coisas na parede?

-Nossa pai! sua colt de 1935? Toda cromada! – Ponderou Andy maravilhado pela arma.

-É sim, sabe filho ultimamente quando estamos velhos, precisamos ocupar nossa mente.

-Entendo, mas o senhor não tá velho.

-Há! 100 a mais 100 a menos.

Os dois riem quase que por meio minuto.

EXT-ILHA IMERSA-MIAMI-DIA ENSOLARADO-PARTE NORTE

Um grupo de atiradores assassinos descem do barco motorizado. Com suas espingardas, e roupas escuras, eles avançam para a parte sul do acampamento de Andy e sua família.

INT-ILHA IMERSA-MIAMI-DIA ENSOLARADO-PARTE SUL

-Filho quero que saiba que você foi a coisa de mais especial pra mim. E tudo o que tenho hoje quero que seja seu.

-Como assim pai?

-Tudo isso! É seu!

-Não posso aceitar.

-Por favor, você não entende! Aceite!

-São suas armas, tudo isso o senhor construiu aos poucos, não posso!

-Tudo bem filho.

EXT-ILHA IMERSA-MIAMI-DIA ENSOLARADO-PARTE SUL

Os atiradores veem um casal reunido, namorado. Sem piedade um dos atiradores atira em ambos.

Outro atirador olha duas menininhas brincando. Ele sorri, mostrando seus dentes putrefatos. E mira, as garotinhas gritam e fogem. Mas aquilo se tornou mais emocionante para o assassino.

(meninas) Ahhhhh…

POW!

INT-ILHA IMERSA-MIAMI-DIA ENSOLARADO-PARTE SUL

-Que barulho foi esse?

-Eu não sei…

Andy vai até um memorial e pega uma espingarda. Carlos vai até a janela ver o que esta havendo.

PONTO DE VISTA DE CARLOS:

De quatro homens armados, um deles mirando em sua cabeça.

-Filho?

-O que foi?

-Eu te amo…

-Hã?

POW! (sangue espirra)

Carlos cai desfalecido.

-PAI!!!

CONTINUA…

 

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s