Análise: Três novelas e dois pesadelos

Globo vive uma crise de audiência com suas novelas

Globo vive uma crise de audiência com suas novelas

A Globo vive um drama em seu horário nobre – horário que vai das 18h a 0h. Não é de hoje que ela vê sua audiência se dissipar e sua média cair a cada mês que passa, seja em São Paulo ou no PNT, que mede a audiência no Brasil inteiro. Não é nada que assuste a liderança global ou que vá fazer ela se desesperar, mas já acende o sinal de alerta pelos lados do Projac.

Tendo em suas novelas sua principal fonte de audiência, a emissora dos Marinho está vendo duas de suas principais produções perder audiência a cada dia que passa. Joia Rara, novela de Thelma Guedes e Duca Rachid e que é exibida na faixa das 18h, não empolga o público. Reuniões e  consultas ao público já foram feitas e mudanças já estão a vista, novos capítulos estão, inclusive, sendo reescritos para poderem ser gravados.

Já a novela das sete, Além do Horizonte, que já entrou na emissora como uma aposta, por ter um elenco considerado novo e um texto que difere e muito dos já apresentados no horário, segue o mesmo caminho. Meses após a estreia e a audiência só cai, e num ritmo maior que o da novela das seis. Chegou, inclusiva, a ser ‘encoxada’ pela Record esta semana, diferença ficou de apenas um ponto de audiência. Isso levou a Globo a promover mudanças.

Só pra efeito de comparação, Cheias de Charme chegou a marcar 30 pontos de audiência no horário, Além do Horizonte vem marcando menos de 20, chegou a 14 pontos esta semana. A situação está tão “grave” que a novela vem sendo apelidada de ‘Novela Pesadelo’.

A única grande novela do horário nobre é Amor à Vida. Walcyr Carrasco acertou na história, no elenco e no ritmo da novela. O folhetim bate recorde atrás de recorde, passando da casa dos 45 pontos de audiência em São Paulo e em outras praças pelo Brasil.

O sucesso da novela das nove é tanto que ela ganhou um pouco mais de tempo na grade, enquanto as citadas acima poderão ter seu tempo de exibição encurtado.  A trama de Félix irá agora até o final de janeiro de 2014, quando cederá lugar para Em Família, de Manoel Carlos. Mais um mês para Walcyr desenvolver sua história.

Mesmo com essas quedas de audiência em suas telenovelas a liderança da Globo não está ameaçada, e ela sabe disso. Contudo, precisa ter cuidado. Se começar a não ligar para isso agora, não contornando a situação, vai acabar acostumando o público a mudar de canal sempre que suas novelas começarem e, ao tentarem algo, será tarde demais. Schroder sabe bem disso.

Por Leandro Conceio
Especial para o CLUB TV

Anúncios

Um comentário em “Análise: Três novelas e dois pesadelos

  1. Na minha opinião passou da hora desses autores pararem com essas tramas de violência, sexo, sacanagem, maldade e essas modernidades que a maioria odeia e colocar mais emoção, romantismo, paixão, glamour etc. Afinal de contas, violência já basta a da vida real e programas da vida real já tem bastante. Um pouquinho de humor e uma pitadinha de maldade, mas de leve.Saudades das novelas antigas.

Obrigado pelo comentário! Volte sempre! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s