De frente com Gabi (05/06/2013) – “Você pode levar uma mulher ao orgasmo só com o olhar” diz Marcelo Rubens Paiva

De frente com Gabi: hoje 26/05/2013

Nesta quarta, 5 de junho, Marília Gabriela recebe o escritor e dramaturgo Marcelo Rubens Paiva. Trinta anos atrás ele ganhou o Brasil publicando o livro “Feliz Ano Velho“, um best-seller que narra sua juventude e o acidente que o deixou tetraplégico. Marcelo já escreveu e dirigiu inúmeros espetáculos teatrais e chegou ao  seu décimo livro publicado, “As Verdades Que Ela Não Diz“.

 
 
 
Confira algumas frases da entrevista com o escritor:
 
• Nunca mexi em uma frase do “Feliz Ano Velho”. 
• Não tenho curiosidade em reler meus livros. 
• Já fui muito machão e não tive paciência com as mulheres. 
• Gosto mais de namorar do que de galinhar. 
• Você pode levar uma mulher ao orgasmo só com o olhar. 
• É uma morte que nunca se enterra. (sobre seu pai) 
• O Brasil é o único país da América Latina que não julga os torturadores. (sobre a Comissão da Verdade) 
• Minha maior característica e defeito é a sinceridade. 
• Meu inferno astral vem depois do meu aniversário
Divulgação (Sbt)

De frente com Gabi (29/05/2013) – Marília Gabriela recebe Nádia Lapa, autora do livro “Cem Homens em Um Ano”

De frente com Gabi: hoje 26/05/2013

Nesta quarta, 29 de maioMarília Gabriela recebe a escritora, jornalista e blogueira Nádia Lapa. Ela se tornou conhecida em 2011, ao lançar na internet o blog “Cem Homens” e agora por lançar o livro “Cem Homens em Um Ano”, onde descreve com detalhes suas relações com parceiros diferentes. Nádia é feminista e defende a ideia de que as mulheres podem sair com quantos homens desejarem, chocando conservadores com sua postura desafiadora.

Confira as melhores frases da entrevista: 
• Eu transo não só pelo desejo. Às vezes você não está fazendo nada, está carente.
• Nunca tive o sonho de casar e ter filhos. Adoro morar sozinha.
• Não me sinto atraída sexualmente por mulheres.
• Contos de fadas deixam as mulheres em uma situação vulnerável.
• Não sou uma louca-deusa na cama, sou normal. Criou-se uma imagem minha que não é real.
• Eu já tinha uma vida sexual agitada com 20 e poucos anos.
• Nunca foi uma meta, foi uma constatação. Percebi que estava saindo com uma média de 2 homens por semana.
• Amor e sexo são duas coisas diferentes.
• As pessoas olham para mim e falam “essa menina não faz isso”. (sobre sair com vários parceiros)

Divulgação (Sbt)