Band Club #01 – Confiram os destaques nos bastidores da Band!

 Daniel Souza aperta play, comenta e traz informações sobre nossa querida TV Bandeirantes.

A coluna “Band Club” é um projeto antigo e que se torna realidade. Um espaço, que graças ao Club TV e ao Band Fã, poderei colocar notas, dar minha opinião, entrevistar amigos e personalidades de uma das maiores emissoras do Brasil, a Band. Daremos espaço ao internauta para dar suas opiniões sobre nossa coluna e também sobre a emissora, claro que sem ofensas. Esta coluna será publicada toda quinta-feira, ás 18h, aqui no ClubTV e também no Band Fã. A todos, então, uma boa leitura.

Rapidinhas

QUANDO?

Nesta semana, a Band, enfim, confirmou que o “Quem Quer Ser Um Milionário?”, novo programa do jornalista e apresentador José Luiz Datena, será levado ao ar ainda neste ano, mas ainda resta uma duvida em relação à data de estreia.  Na emissora, trabalha-se para quem a atração cujo formato é da Inglaterra no melhor momento possível, mas resta-se saber quando?!

POR OUTRO LADO… 

Perto de assinar com SBT, reality de Galisteu deve ser reduzido.

 

Existem rumores na imprensa especializada que o reality “Quem Quer Casar Com o Meu Filho?”, da apresentadora Adriane Galisteu, que está sem solução na Band, pode ser reduzido ou sequer exibido na emissora.  Vale lembrar que a atração já teve sua estreia adiada várias vezes na emissora, o que segundo informou o Band Fã, estaria estressando a loira, que pode estar de saída do canal da família Saad para o SBT. Mas, até então, ninguém confirma nem desmente totalmente absolutamente nada.

ÁGUA MOLE EM PEDRA DURA

TANTO BATE ATÉ QUE FURA!

Irmãs fecharam contrato com a Band para substituir Paloma Tocci, hoje apresentadora do “Zoo”

Demorou, mas enfim as gêmeas do nado sincronizado, Bia e Bianca Feres, assinaram o contrato com a Band para uma possível substituição de Paloma Tocci no “Deu Olé”.  As belíssimas estrearam na semana passada, o que gerou uma boa repercussão ao programa, mas ainda falta um pouco mais de tempero para elas conseguirem suprir a falta da antiga apresentadora, que foi removida para outras atrações da casa.

FALANDO NISSO!

Depois de uma longa negociação, Band pode ter comprado TV Corinthians.

Por tocar no tema esportes, segundo o jornalista Anderson Cheni, a Band finalmente assumiu o controle  da TV Corinthians, canal criado para deixar o torcedor por dentro do que acontece nos bastidores do clube. O contrato, segundo o jornalista, inclusive já estaria assinado. Assim, toda a operação da emissora é assumida pelo Grupo Bandeirantes, que tem poder de exibir sua programação no canal fechado BandSports e na própria Band.

É, claro, ninguém confirma a informação por enquanto…

APOSENTADORIA!

Apresentador anunciou aposentadoria para daqui três anos para evitar “sofrimento”

Depois de renovar o contrato com a TV Bandeirantes até 2016, Milton Neves revelou em uma entrevista que pretende parar de trabalhar como apresentador daqui três anos, quando vence seu vinculo com a emissora, onde estreou em 1999.  Atualmente, ele apresenta o programa “Terceiro Tempo”, que tem uma audiência considerável na emissora.  E disse que anunciou a aposentadoria com antecedência para que o momento da despedida seja mais tranquilo! Agora resta saber quem vai substituí-lo… será o Neto?!

Por falar nele, o “Baita Programa”, sua mais nova atração, deve estrear no dia 10 de julho na BandSports.

RECORDE ANUAL

Humorístico conquistou boa audiência após fase de instabilidade

Depois de viver uma verdadeira montanha-russa nos índices de audiência, no último domingo (21), o “Pânico na Band” conseguiu chegar próximo aos números conquistados em seus primeiros meses na nova emissora.  Foram 8 pontos de média e pico de 10.  Os índices foram suficientes para dar ao humorístico a vice-liderança do horário durante 21 minutos. Nos seus tempos áureos na Band, mais precisamente nos primeiros meses na emissora, o humorístico chegava a 10 pontos de média.  Desde a estreia da nova temporada, em fevereiro, a média do ‘Pânico’ circula entre os seis pontos de audiência.

VAI E VEM…

China, ex-MTV, será um dos novos integrantes

A Band programou para o dia 25 de junho, às 23h, na sequência de “The Walking Dead”, a estreia de mais uma temporada de “A Liga”. Participações de Mariana Weickert, Cazé, China, Thaide e Rita Batista.

A Matéria da Semana: Jornalismo, o DNA da Band!

Com mudanças, “Primeiro Jornal” já começa a subir no Ibope.

Em breve, o Primeiro Jornal passará por uma grande reformulação, entre elas mudanças visuais e estruturais.

 No ano passado, dois programas jornalistico também receberam mudanças. Em maio de 2012, a Band apresentou um novo pacote gráfico para o Jornal da Noite, com Boris Casoy, muito bonito por sinal.  E em setembro do ano anterior, o Brasil Urgente estreou edições locais.

E há semanas atrás, o Canal Livre estreou em grande estilo (com a participação da blogueira Yaoni Sanchéz) um novo e mais bonito cenário.

Mudanças são sempre necessárias na televisão, no jornalismo é algo mais difícil de se fazer.

O SBT, por exemplo, já apresentou tantos formatos e nos mais diversos horários, que se perdeu, ficando muito aquém da credibilidade.

A Band soube se reinventar sem perder o profissionalismo tão bem conhecido.

No DNA da Band há independência, clareza, simplicidade e competência.

Não domina a abordagem informal, o que não representa um problema.

A exceção é o Brasil Urgente, visto por muitos como um programa sensacionalista. Não deixa de ser. Mas Datena traz debates importantes e não tem medo da verdade. Mesmo que não resolva os problemas dos brasileiros, ele não esquece. A Band não esquece.

Um outro produto jornalístico é uma obra-prima para a televisão. A Liga invade um tema por semana, durante 1 hora e meia. Vamos comparar ao Profissão Repórter, da Rede Globo. Será que em 35 minutos de duração, com intervalos comerciais constantes, o impacto no público é o mesmo obtido quando se assiste A Liga?

O que mais já faz parte do DNA da Band? O jornalismo bem humorado do CQC, deixando os jovens a par de assuntos importantes mas que não costumam chamar a atenção. A rotina da polícia de São Paulo, os mais diversos casos sendo documentados pela equipe do Polícia 24 Horas. O jornalismo esportivo: Jogo Aberto, Os Donos da Bola, Terceiro Tempo… Sem deixar de lado o que mais importa, porém sempre atual, dinâmico e até divertido.

Credibilidade e bom jornalismo são marcas que a TV Bandeirantes não perde.

Bate-Papo

Sandro Barboza, repórter especial da Band, é o primeiro convidado da coluna.

O nosso primeiro entrevistado do “Band Club” é o jornalista e repórter especial da Band Sandro Barboza.  Nessa conversa, Barboza contou como ingressou na carreira de jornalista. “Fui para o jornalismo porque sempre me interessei pelas aulas de História na escola e porque admirava um primo meu, o Sérgio Roberto Ribeiro, que trabalhava como apresentador na TV Globo”, conta revelando que prefere as reportagens investigativas.  “Tenho predileção por reportagens investigativas. Tento trazer para o público aquilo que está escondido, encoberto”.

Ele também tocou em temas delicados, como o famoso caso do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel.  “[Esse] foi um dos grandes casos que cobri. Fiquei feliz de ter ajudado, de alguma forma, que a verdade tenha vindo à tona”.

Questionado sobre as ameaças típicas de jornalistas investigativos, ele é taxativo: “Já fui ameaçado, mas isso não pode intimidar”.

Veja abaixo:

Como o jornalismo entrou na história de Sandro Barboza?

Ainda criança acompanhava a carreira de meu primo, o Sérgio Roberto Ribeiro, que trabalhava na Globo. Mas vendo aulas de história e tendo mais contato com jornais, revistas, o rádio e a TV, percebi que o grande negócio é estar onde o fato está acontecendo.


Graças a minha profissão, posso acompanhar de perto e narrar para o Mundo o que está acontecendo. Isso é muito gratificante.

Hoje, o jornalismo investigativo é uma profissão muito perigosa. Inclusive, não faltam exemplos de profissionais da imprensa assassinados, um dos casos mais famosos é, sem duvidas, o do Tim Lopes. Você já cobriu casos muito complexos e de grande comoção social, devido a essas matérias, você já foi ameaçado? Tem medo de ser assassinado?

Já fui ameaçado. Mas isso não pode intimidar. Também já tive políticos reclamando de mim para meus superiores. A oposição dizendo que eu era da situação. Os de situação afirmando que eu fazia o trabalho dos oposicionistas.

Felizmente trabalho em uma emissora que dá todo o respaldo aos profissionais. Na Band o compromisso é com o telespectador.

Podemos dizer que o caso do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, foi o grande marco de sua carreira?

Foi um dos grandes casos que cobri. Fiquei feliz de ter ajudado, de alguma forma, que a verdade tenha vindo à tona. Afinal, dos sete acusados pelo crime, seis já foram condenados. O júri popular concluiu que foi crime de mando, de cunho político, não um crime comum, como queria a Polícia Civil. Exatamente o que demonstrou a investigação feita pelo Ministério Público e a série de reportagens que eu fiz. Falta ainda julgar o mandante do crime, o empresário e amigo de Celso Daniel, Sérgio Gomes da Silva, o Sombra.

Mas tenho muitas outras como a revelação do esquema de desvio de verbas do Fórum Trabalhista de São Paulo, o caso do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, o Lalau, a entrevista exclusiva do deputado federal Paulo Maluf, dentro da cadeia, a Guerra na Líbia, as reportagens que resultaram na CPI da Serasa, o caso da Bancoop etc.

Em sua opinião, o que falta pra Band conquistar a tão sonhada vice-liderança?

Estamos no caminho certo. Temos diversificado a programação graças ao trabalho competente do Diego Guebel. Em 2012 registramos crescimento em audiência e em faturamento. Nestes primeiros meses do ano, fomos a única emissora de TV aberta que teve crescimento de audiência no horário noturno, o chamado prime time.

Os novos programas tem conquistado públicos diferentes para a Band. Veja que pessoas como os integrantes do CQC ou do Pânico são campeões em seguidores nas redes sociais.

Programas como o Brasil Urgente, o Jornal da Band, o Jornal da Noite, o Pânico na Band, o CQC, o Agora é Tarde, Os Simpsons e o Canal Livre, várias vezes conseguem estar em segundo lugar.

Acho que é uma questão de tempo. Competência e dedicação não faltam aos profissionais da Band.

E como você vê a nova geração do jornalismo Brasileiro praticado pelas emissoras de rádio e televisão?

 A renovação é importante. Vemos novos profissionais chegando e trazendo uma nova linguagem para a TV. Em várias emissoras, os apresentadores e repórteres estão mais soltos, não ficando presos, naquele formato quadradinho.

Para ler a entrevista na integra clique aqui ou acesse: http://bandfaclube.blogspot.com.br/

Interatividade! 

Enquete encerrada, resultados na próxima edição.

The End

Amigos do ClubTV, eu vou ficando por aqui, mas antes de desejá-los uma ótima noite, eu gostaria de convidá-los a acessar o Band Fã-Clube, http://bandfaclube.blogspot.com, o maior e mais completo fã-clube dedicado a TV Bandeirantes. Também lhes convido para votar (clicando aqui) no Troféu Band Fã 2013 e também para nos seguir no Twitter: @band_fa. Desde já agradeço a sua audiência na certeza  de que esta coluna será mais um sucesso no ClubTV, afinal tudo que é feito aqui, tem uma grande repercussão na blogosfera.  Agradeço aos amigos do Club, em especial ao Henrique Oliveira e ao Gustavo Melo, do Band Fã, pela oportunidade que me deram de estar á frente desta coluna inovadora. Lembrando que você poderá mandar sua sugestão, critica, elogio para o nosso Email  contato.bandfa@hotmail.com. Tenham todos uma ótima noite, fiquem com Deus e até a próxima.  

Anúncios