Carlos Lombardi culpa Globo por baixa audiência de “Pecado Mortal”

Carlos Lombardi culpa Globo por baixa audiência de "Pecado Mortal"

Diante dos baixos resultados de sua novela, Carlos Lombardi resolveu se manifestar e dar sua opinião sobre o assunto.  Durante breve entrevista para o jornal Agora São Paulo, o dramaturgo contou que “Pecado Mortal” esta sendo prejudicada por uma manobra estratégica da Globo, que atualmente esta prolongando a novela “Amor à Vida”.

A manobra da Globo de transformar a novela das 21h em um programa de uma hora e meia tem asfixiado nossas chances. Com a nossa virando quase uma novela das 23h, não dá para fazer milagre“, disse à publicação.

Pecado Mortal é a primeira novela do autor fora da emissora carioca. Em pouco mais de dois meses no ar, a nova novela da Record tem oscilado entre 4/5 pontos, números abaixo do esperado pelo canal, fechando em terceiro lugar na Grande São Paulo.

Record estuda relançar ‘Pecado Mortal’ pela baixa audiência

A novela “Pecado Mortal” da Record que mesmo sendo uma novela excelente está sendo rejeitada pelo público, a trama tem médias entre 6 e 8 pontos de média.

A emissora já acendeu o sinal que diz: “Ta acontecendo algo errado”.

Especula-se que a Record já estuda relançar a novela de Carlos Lombardi.

A meta é de dez pontos e vale destacar que é uma das melhores tramas já produzidas pela emissora.

Pecado Mortal tem a missão de resgatar a dramaturgia da Record

Pecado Mortal tem a missão de resgatar a dramaturgia da Record

Superprodução é um tapete vermelho para Carlos Lombardi

Nas vésperas do aniversário de 60 anos, depois de muitos preparativos e de uma estreia movimentada na emissora, Pecado Mortal se apresentou como a primeira novela de Carlos Lombardi na Record. Porém não foi apenas isso, a trama tem a missão de atrair o público que curti as tramas e fazer a emissora voltar aos tempos onde a dramaturgia atingia grandes índices.

Na estreia a trama apresentou de tudo, teve cenas e cenas… Algo que pode ser comparada a narrativa das tramas do canal onde tinha muita explosão e tiros – talvez seja essa a real intensão da direção artística..

Em questão de audiência a novela de Lombardi patinou em seu começo, Recebeu com praticamente 16 pontos da reta final de “José do Egito”, e derrubou para 10 pontos. No final, encerrou seu primeiro capítulo na vice liderança com 11 pontos (índice igualado á estreia de Máscaras, de Lauro César Muniz)

Veja também a audiência detalhada de Máscaras.

Já em seu segundo capítulo, “Pecado Mortal” derrubou para 8 pontos com pico de 9 – se comparado com Máscaras, desabou um ponto. A trama do navio de Muniz começava a afundar marcando 09 pontos. – contra 8 do SBT que empatou na vice, 22 da Globo e 4 da Band.

Longe de querer o mesmo destino de Máscaras, mas apenas comparando os pontos podemos ver que a novela terá um longo trajeto pela frente. Sem dúvidas, ainda é cedo para decretá-la como um fracasso ou sucesso, mas nesse contexto podemos ver a difícil missão que terá Lombardi em sua nova casa.

Henrique Oliveira

Rodrigo Faro cancela participação em Pecado Mortal

Rodrigo Faro cancela participação em Pecado Mortal
A transferência do “O Melhor do Brasil” dos sábados para as tardes de domingo não afetou apenas na rotina de Rodrigo Faro, como também nos trabalhos de Pecado Mortal, próxima novela da Record. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Estava previsto que Faro fizesse uma participação especial na primeira novela do ex-global no canal. No entanto, com a nova rotina do apresentador a sua participação teve de ser cancelada.
Atualmente a emissora dos bispos trabalha numa reformulação geral do programa, que em breve contará com novos cenários e quadros na disputa pela audiência.
Vale lembrar que mesmo com a estreia de um novo quadro, a atração da emissora dos bispos teve sua terceira derrota consecutiva para o programa Eliana do SBT, no último domingo (07).
Henrique Oliveira

Record quase terceiriza produção de ”Pecado Mortal”

Autor de ”Pecado Mortal”

 

Nesta onda de economia, de demissões e de substituições, a Record até tentou terceirizar a produção da novela ”Pecado Mortal”, sucessora de ”Dona Xepa”, mas não conseguiu. O recém chegado á casa, Carlos Lombardi, bateu o pé e exigiu que isso não fosse feito. A emissora, então, atendeu ao pedido do novelista mas não descartou a ideia

 Á partir do próximo ano possivelmente, todas as produções do gênero deverão ser produzidas por uma produtora independente. Tudo para reduzir ao máximo os custos. Assim, a produtora combinaria com a emissora um preço pela produção total dos capítulos.

A próxima novela de Cristiane Fridmann poderá ser a primeira a ser produzida desta forma. Ela vem logo após ”Pecado Mortal”. 

@leonaardogsilva 

Carlos Lombardi adianta que sua novela terá ”descamisados” e ”descamisadas”

Novelista é responsável por ”Pecado Mortal da Record

 

Em recente entrevista ao jornal ”O Dia”, o autor Carlos Lombardi falou um pouco sobre sua nova novela – a primeira dele a ser exibida na Record. ”Pecado Mortal” em breve será a substituta de ”Dona Xepa”. Segundo ele, uma ”tradição” de suas produções será mantida nesta: a presença de descamisados. Até mesmo descamisadas farão parte da história, já que ela contará com uma boate de strip de Copacabana.

Lombardi revelou que não deixou a Globo por dinheiro, e que na emissora onde está atualmente recebe quase a mesma quantia que recebia antes e evitou fazer comparações entre ambas: ”Por enquanto, ainda estou aprendendo como a Record funciona. Uma coisa boa já descobri: tem pouco chefe, não é uma burocracia de Império Bizantino”.

O autor também demonstrou certa despreocupação com os boatos de que a Teledramaturgia da casa passaria a ser terceirizada: ”’Só lido com fatos, não com especulações. Quando as coisas acontecerem (se acontecerem), vou tentar entender como funcionam”, disse.

@leonaardogsilva 

Record define a ordem de suas próximas novelas

A Record definiu sua lista de novelas que estão por vir. Primeiramente, ocorrerá a estreia de ”Dona Xepa”, já nesta semana, com o fim de ”Balacobaco”. Na sequência, será a vez de ”Pecado Mortal”, que marcará a estreia do autor Carlos Lombardi á nova emissora. Os preparativos para esta produção estão sendo realizados desde há algum tempo.

Após esta, será a vez de Christiane Fridman retornar ao horário. Sua última novela na principal faixa foi ”Vidas em Jogo”. Agora, ela segue preparando a história de ”Vitória”. Inclusive, há desde agora o desejo de se ter no elenco alguns nomes que trabalharam com ela em outra ocasião. São eles: Thaís Fersoza como protagonista, Beth Goulart, Rick Tavares e André Di Mauro, todos que estiveram em sua trama anterior.

No entanto, trata-se apenas de um desejo, já que diferente da Globo, a política por lá é outra, e não existe reservas de atores para produções futuras.

@leonaardgsilva 

 

Autor de ”Pecado Mortal” confessa que trama pode ser adiada

 

Foi noticiado recentemente pelo jornalista Flávio Ricco que a equipe de produção de ”Pecado Mortal”, próxima novela da Record, estava tendo uma certa dificuldade na construção de alguns cenários para a trama. Eles representariam a década de 1940.

Em meio a isso, e tentando esclarecer os fatos, o novelista decidiu se pronunciar e colocar ”os pingos nos ”is”: ”Hoje na coluna do Flávio Ricco é mencionada uma suposta dificuldade de produção em Pecado Mortal por conta das cenas do primeiro capítulo. Lá é dito que há cenários específicos para as cenas de 1941. É fato. O que não foi informado é que são 3 os cenários apenas dessa fase. Desses cenários, 1 é de porte médio, 2 são pequenos. E os três são reutilizados em 1977. Ou seja, serão usados na novela toda. E são 3. Que fique claro: não estou reclamando do Flávio. Só de quem passou a informação de uma maneira a criar problemas onde eles não existem”’, disse ele.

Dando continuidade a sua explicação, Carlos Lombardi deixa claro que ”Pecado Mortal” pode vir a estrear apenas no próximo ano, confirmando assim, alguns boatos: ”Se há desafios na produção da novela, eles residem na grande quantidade de externas e de cenas de ação nos primeiros capítulos. Sou o primeiro a admitir que a novela é um belo desafio à produção – mas não por conta dos 3 cenários e 3 locações das cenas em 1941. Se – e que fique destacado o SE – a novela não estrear este ano será por decisões de programação e não de impossibilidades de produção”, declarou.

@leonaardogsilva