CLUB DRAMATURGIA #02 – As vilãs que assustaram a telinha no Top 5

Boa noite pessoal, no Club Dramaturgia de hoje vamos relembrar as malvadas personagens que assutaram as tramas globais, vingativas, poderosas e ambiciosas elas colocavam medo em todos à sua volta. Preparei, digamos, um top 5 com as melhores da atualidade( em minha opinião).

   5° Lugar – Silvia(Duas Caras)

Alguém se lembra dela, a malvada Silvia(Aline Moraes) em “Duas Caras”. A dondoca era de dar medo, fez muitas barbaridades na trama de Aguinaldo Silva.

Mas posso destacar uma que realmente mostrou do que a vilã era capaz para ver o fracasso de sua inimiga, Maria Paula(Marjorie Estiano). Ela teve a coragem de tentar matar o filho de Maria Paula com Ferraço(Danton Vigh), homem que Silvia tinha uma obsessão. Ela enganou o pequeno Renato e o levou para um lago, foi lá que a megera tenou afoga-ló. Reveja a cena:

Mas como seu plano não deu certo e Maria Paula acabou descobrindo, Silvia acabou por levar uma surra de sua inimiga. Como eu e você leitor sabe, esse tipo de situação das vilas é comum em novelas. Dê uma olhada:

Como eu já disse queridos, ela tinha uma louca paixão por Ferraço, tanto que quando o perdeu para Maria tenou matar o ex-marido com uma faca, mas acabou sendo expulsa da mansão:

No final de “Duas Caras” Silvia ficou louca e foi parar num hospício. A vilãzinha fez muito mal e vamos combinar leitores que ela mereceu o final que teve. Aguinaldo mais uma vez arrasou no enredo e na vilã, que foi muito bem vivida pela glamurosa Aline Moraes.

   4° Lugar – Rosana Delaor(Amigas & Rivais)

Sim meus queridos leitores, chegou a vez dela: imbátivel, fria e muito maldosa nossa queridinha Rosana Delaor fez todos de “Amigas & Rivais” tremerem na base. A ruivinha não pensava duas vezes para elimiar os que atrapalhavam seus planos diabólicos.

Sem dó nem piedade, ela, digamos, exterminou uma boa parte do elenco do folhetim do SBT. Entre suas várias vítimas estava Paulo, com medo que o homem a denuciasse e a ameçando contar todos os crimes, acabou morrendo envenenado por Rosana, o pior: com veneno para rato. Confira a cena:

Paulo, como eu já disse, foi uma de suas várias vítimas. Uma cena bem chocante de “Amigas & Rivais” foi quando a vilã da trama confundiu sua pior inimiga, Laura, com Mônica em uma festa a fantasia. As duas usavam vestido e máscaras iguais, o que resultou em uma confusão. Relembre:

Em outra cena, Rosana também tenta novamente matar Laura. Outro imprevisto acontece e a vilã acaba por atirar em Alma, mãe de Laura, que morre nos braços da filha:

Outra pessoa que se deu mal na mão de Rosana foi Salvatore, que teve um trágico final por ameaçar a ruiva maldosa. Em um motel, ela sem dó nem piedade joga um secador de cabelos na banheira, onde o homem estava, e acaba coma vida do mesmo. Veja:

Pois é meus queridos leitores, Rosana Delaor nunca mais será esquecida. Suas maldades foram além de tudo, mas no final de “Amigas & Rivais” ela acabou ficando louca.

   3° Lugar – Clara(Passione)

A todos que pensavam que Clara(Mariana Ximenes) era uma coitada que de mal não tinha nada, se enganou. A loira junto de Fred(Reynaldo Gianecchini) fizeram o terror em “Passione”. Ao começo de tudo, a vilã era enfermeira na casa da família Gouveia, mas depois da morte de Eugênio Gouveia(Mauro Mendonça) as coisas mudou para Clara, já que antes de morrer o matriarca da fmília revelou um segredo à sua sua esposa. Relembre a cena:

Tal segredo que fez com que Clara se revelasse na trama de Silvio de Abreu, digamos que foi um ponta pé inicial para suas maldades, entre outras coisinhas à mais.

 Ela foi até a Itália com Fred atrás de Antonio Mattoli, melhor dizendo Totó(Tony Ramos) como era conhecido. Já que este era o filho que Bete(Fernanda Montenegro) pensou que tinha perdido à muito tempo, Clara foi atrás do mesmo ara se aproximar e ter um pouco da fortuna que Totó haveria de herdar.

Depois de muito enganar o filho de Bete que voltara, ela com seu amante Diogo(Daniel Boaventura) arma para matar o marido. Em uma cena muito bem produzida pela TV Globo. Relembre:

Mas não fez bem e foi desmascarada tempos depois por Diogo, Totó e toda família Goveia. Na cena, o personagem de Tony Ramos reaparece vivo e acaba com a vilã.

 Mesmo indo para trás das grades, a vilã se deu bem no final de “Passione”. Desapareceu mas apareceu logo no final da trama no exterior, mas precisamente na Ilha do Pacífico, foi por causa disto que seu comparsa Fred foi para a cadeia em seu lugar, pela morte de Saulo(Werner Schunemann). Reveja o final de Clara, que por sinal acabou por revelar todos os segredos que o folhetim trazia;

Para quem fez seu primeiro papel de vilã, Mariana Ximenes foi muito bem nesse papel. Matou, roubou e enganou muitas pessoas com seus truques e acabou indo para uma bela ilha, retonando a sua antiga profissão: cuidadora de idosos.

   2° Lugar – Nazaré Tedesco(Senhora do Destino)

Outra vilã que fez muito mal durante sua passagem na telinha da Globo foi Nazaré Tedesco, interpretada por Renata Sorrah. Toda sua maldade começou quando ela roubou Lindalva, filha de Maria do Carmo(Suzana Vieira). Depois disso, do Carmo nunca mais viu sua filha menor, e jurou encontrar o culpado pela dor de tantos anos.

Na época, Nazaré era casada com Zé Carlos(Tarcísio Meira), mas após o mesmo descobrir todas as falcidades da mulher resolveu coloca-lá contra a parede. Fria e sem pensar, a vilã empurrou seu companheiro da escada, cena que marcou “Senhora do Destino”. Veja como foi:

Mas não parou por aí, depois de fazer sua primeira vítima, e passar vários anos, apareceu Gilmar, um taxista que sabia do pobres da malvada, e que acabou perdendo sua vida dramaticamente. Como você leitor sabe, a cena aconteceu num motel depois de Nazaré pedir para o amante ir tomar um banho na piscina, e como sempre fria, atirou o ventilador na aguá e matou o taxista eletrocutado.

E claro amigos, como todos um dia paga por seus crimes, Nazaré teve o que mereceu, foi para a cadeia. Mas esse não foi seu verdadeiro final.    

 

Uma das cenas mais clássicas da novela foi em seus últimos capítulos. Nazaré voltou a atuar como sequestradora e roubou o filho de Lindalva(Carolina Dikcmann), mas após uma perseguição se joga de uma passarela e morre. Reveja o acontecimento:

É, Nazaré Tedesco não passou desbercebida em “Senhora do Destino”, a vilã, aliás, a rapousa carnuda e feubuda como ela mesmo dizia sobre si vai ficar lembrada por um bom tempo. Pena que ela pensou que tinha asas para voar e se jogou da passarela.

   1° Lugar – Flora(A Favorita)

Na pele da malvada Flora, Patrícia Pillar fez bonito e deixou um marco em “A Favorita”. No folhetim, todos e tudo que entrava em seu caminho era morte na certa, mas não foi só isso: além de assassinar, Flora roubou, enganou e manipulou as pessoas.

Cenas que ficaram na história e claro bem produzidas pelo departamento de dramaturgia da Globo. Após passar 18 anos na cadeira por um assassinato, que segundo a vilã, não era ela a culpada retorna se fazendo de boazinha e com isso acaba conquistando a confiana de sua filha Lara(Mariana Ximenes), Irene(Glória Menezes) e Gonçalo(Mauro Mendonça). Em um reencontro marcante com sua principal rival, Donatela(Cláudia Raia) no viaduto do Chá, em São Paulo.

Outra cena da personagem na novela foi quando a mesma resolveu matar Gonçalo, depois do milionário descobrir tudo à respeito da vilã. Foi em seu rancho, onde morava que ao chegar encontra todas as luzes da casa apagadas e começa a gritar por sua esposa, Irene e sua neta Lara. Após assustar o empresário dizendo que ambas as duas tinham morrido, ele tem um ataque cardíaco fulminante e acaba morrendo. Reveja a assustadora cena:

Relembre também o dia em que Flora acaba por matar Maíra(Juliana Paes), amiga e jornalista de Zé Bob(Carmo Dalla Vecchia) com quem a vilã se relacionou, antes de desligar todos os aparelhos da moça, a malvada diz uma frase que marcou: “Desculpa amiga, nada pessoal.”;

Em um breve resumo, digamos que Flora realmente aterrorizou “A Favorita”, no final da trama, ela se revelou e era sim culpada pela morte se deu ex-marido, e acabou voltando para a cadeia.

Bom pessoal, Club Dramaturgia acabou mas não se preocupe, terça que vem estamos de volta às nove da noite aqui no Club! Até lá, abraços!

Gabriel Sabino

CLUB DRAMATURGIA #01 – Saiba um pouco mais sobre “Renascer”, sucesso em 93

Na primeira edição da volta do nosso Club Dramaturgia vamos falar um pouco mais sobre o sucesso “Renascer”. Sendo uma das novelas mais marcantes da década, contou com grande nomes da Globo em seu elenco principal.

Antônio Fagundes viveu o protagonista do folhetim, na pele de José Inocêncio já na sua idade adulta, quem deu vida ao personagem em sua adolescência foi o ator Leonardo Vieira, que como nós sabemos hoje se encontra na Record. 

Outro destaque desta noite é Leila Lopes, que foi encontrada morta em sua residência em dezembro de 2009. Em “Renascer”, Leila deu vida à professora Lu, personagem que por sinal revelou a atriz gáucha e também foi um dos que lhe deu maior destaque. 

Como vilão da novela, o ator Herson Capri interpretou o fazendeiro Teodoro.

Considerado um dos personagens de maior destaque de “Renascer” está Tião Galinha, interpretado por Osmar Prado, que era apenas um catador de caranguejos.

Outro tema bem ousado da novela foi à respeito de Buba, interpratada por Maria Mendonça, que era transsexual.

Depois do fim da trama alguns atores foram para o SBT fazer “Éramos Seis”: Osmar Prado, Marco Ricca, Leonardo Brício, Tarcísio Filho e Luciana Braga.

Como já citado no começo da nossa matéria, o folhetim foi um grande sucesso também no quesito audiência. Em sua última semana, a novela bateu recorde em seus índices, de 08 à 11 de novembro de 1993 a audiência da média semanal marcou 81 pontos, fechando numa média geral de 60 e sendo considerada um fenômeno e uma revolução na dramaturgia da Globo. “Renascer”, em nenhuma de suas médias semanais fechou à baixo dos 40, tendo como menor audiência índices de 42 pontos.

Antes de ser definido qual seria o real título do folhetim de Ruy Barbosa, foi cogitado também “Bumba Meu Boi” e “Jequitibá Rei”. A novela também não passou despercebida em outras áreas e recebeu vários prêmios, veja alguns:

  • Troféu APCA (1993) Melhor Novela
  • Melhor Ator – Antônio Fagundes
  • Melhor Ator Coadjuvante – Osmar Prado
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Regina Dourado
  • Revelação Masculina – Jackson Antunes
  • Troféu Imprensa (1993) Melhor Novela
  • Melhor Ator – Antônio Fagundes
  • Revelação do Ano – Jackson Antunes

Até mesmo sua abertura foi uma inovação, com novos efeito visuais que só foram possíveis devido à tecnologia. Confira:

Bom, ao meu ver “Renascer” foi bem elaborada por Benedito Ruy Barbosa e conduzida por seus diretores durante os 213 capítulos exibidos na telinha da Globo. Como sempre, o autor deu um verdadeiro show e alavancou completamente a audiência do horário. Club Dramaturgia terminado, espero que tenham gostado e até a próxima!

Gabriel Sabino