Copa do Mundo muda programação da Globo e da Band

Copa do Mundo muda programação da Globo e da Band

A Copa do Mundo vai provocar profundas mudanças na programação de algumas emissoras de televisão. A Globo e a Band deverão ser os canais que mais precisarão reajustar a grade para encaixar a transmissão do evento esportivo.

Segundo informações do jornalista Flávio Ricco. além do encerramento de malhação e encurtamento da trama das seis, a emissora precisou adiar a estreia do quadro “Dança dos Famosos” do “Domingão do Faustão”. A nova temporada da competição de dança foi adiada para 20 de julho.

Já na Band, as mudanças acontecerão no encurtamento de algumas atrações. Como a maioria dos jogos serão exibidos nos finais de tarde, o telespectador deve aguardar algumas mudanças na grade do começo de noite. No caso, Brasil Urgente deve ter duração reduzida.

Band estuda focar sua programação ao público masculino

Band estuda focar sua programação ao público masculino

No embalo da transmissão da Copa do Mundo a Band estuda promover uma série de mudanças em sua programação no intuito de atingir o público-alvo do evento.

Segundo o jornalista Gilvan Marques, a ideia é trabalhar numa programação que atenda a preferência do telespectador masculino de 25 a 49 anos. A emissora acredita que tais investimentos podem impulsionar a audiência não só do torneio, como também de toda a programação.

No novo projeto, o canal irá reduzir mais a programação infantil, ampliar o número de telejornais e ainda prevê a extinção do programa “Dia Dia”, comandado por Daniel Bork.

No entanto, toda ideia tem seus dois lados. Embora seja apoiado por Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo da emissora, outra parte da alta cúpula acredita que a estratégia só dará certo temporariamente. Uma vez que ao término da Copa o público se perca.

Embora não tenha sido oficializada, a emissora já trabalha em um princípio de mudanças. Começando pelo lançamento de um novo telejornal que ocupará a faixa das 06h50 ás 09h00 com duas horas de duração, batendo de frente com outros jornais na concorrência.

O novo produto será dividido em duas partes: sendo uma hora destinada ao conteúdo nacional e a outra para a programação local. Patrícia Maldonado é a mais cotadas para assumir o novo projeto.