‘Da Cor do Pecado’ é motivo de preocupação na Globo

Da Cor do Pecado   Trilha Sonora

A Globo continua com a má escolha de reprises do ‘Vale a Pena ver De Novo’… O público não é bobo, não querem ver uma trama recente, que já foi exibida, duas, três vezes. Os números da atual reexibição da sessão falam por si.

‘Da Cor do Pecado’ é considerada uma das piores reapresentações da emissora. A trama chegou a marcar 9 pontos de média. O que é péssimo para os padrões da ‘Vênus Platinada’.

Em seu confronto direto, ‘Gotinha de Amor’ e ‘Canavial de Paixões’ subiram na audiência. Registram 6 e 5 pontos respectivamente.

Tentando reverter a situação, nos breaks de ‘Avenida Brasil’ foram inseridas chamadas do folhetim, a fim de fazê-lo subir seus índices.

Se continuar assim deverá ser encurtada em breve, assim como ‘Sete Pecados’.

Leonardo Gabriel

Reprise das tardes da Globo é a pior de todos os tempos

Não vale a  pena ver de novo…

A escolha da recente reprise de ‘Da cor do pecado’ foi um tiro no pé. Os números até agora não são grandes coisas, em comparação as antecessoras. O folhetim de João Emanuel Carneiro que fez grande sucesso em 2004 e que foi reprisada em 2007 já é considerada a pior reexibição de todos os tempos, dentre as 74 novelas que foram reprisadas na sessão.

Em sua primeira semana no ar, a trama registrou 10.7 pontos de média, enquanto as novelas anteriores registraram os seguintes índices: ‘Chocolate com Pimenta’ 14.5, ‘Mulheres de Areia’ 14, ‘O Clone’ 16, ‘Sete Pecados’ 11, ‘Sinhá Moça’ 14.5 e ‘Alma Gêmea’ 17.3.

Leonardo Gabriel

‘Da Cor do Pecado’ perde audiência desde sua estréia

A re-reprise de ‘Da cor Do Pecado’ não anda muito bem na Globo… A trama que foi originalmente exibida em 2004 e reprisada em 2007 reestreou nesta semana com 15 pontos de média, mas nos seus demais dias decaiu.

Na quarta feira, registrou apenas 10 de média, um dos índices mais baixos registrados pela sessão nos últimos dois anos. Na terça, foram apenas 11 pontos.

Apesar de sua antecessora, ‘Chocolate com Pimenta’, não ter sido considerada um sucesso pela Globo em sua terceira exibição, a trama de Walcir Carrasco marcava diariamente entre 13 e 16 pontos de média.

Leonardo Gabriel

Volta de ‘Da Cor do Pecado’ marca baixa audiência

Talvez a escolha da Globo em apostar em uma re-reprise no ‘Vale a Pena Ver De Novo’ pode ter sido errada… Nesta segunda, ‘Da Cor do Pecado’ voltou a grade de programação do canal com baixa audiência. Em seu capítulo inicial, o folhetim marcou média de 12 pontos, com picos de 13. Sua antecessora, uma trama que também já havia sido reprisada anteriormente se iniciou com 15 pontos e manteve-se nesse patamar até seu término.

Essa foi a volta de uma das reprises de menor audiência da emissora. Só perde para ‘Sete Pecados’, de Walcir Carrasco, que voltou ao ar com 11 pontos de média.

Apesar disso, dentre 14h30 ás 15h30, o folhetim era no Twitter um dos assuntos mais comentados no momento. Porém, muitas das citações eram negativas.

Veremos se nos próximos tempos o quadro muda de figura. Vale lembrar que com ‘Sete Pecados’ houve inúmeros cortes em seus capítulos e a novela saiu do ar antes do previsto, devido aos baixos índices.

Leonardo Gabriel

Globo divulga anúncio de estreia de ‘Da cor do Pecado’

Na próxima segunda feira , ‘Da cor do Pecado’ está de volta. Mais um grande sucesso da Globo e mais uma re-reprise que entra no ar novamente em substituição á ‘Chocolate com Pimenta’.

A trama foi um verdadeiro sucesso em 2004 no horário das sete. Passou a ter médias a cima de 40 pontos, algo quase que impressionante nos dias de hoje e mal alcançados por um folhetim das nove.

Suas personagens lançaram moda e até mesmo uma boneca da protagonista e da antagonista foram lançadas. Papéis de Taís Araújo, a Preta e Giovanna Antoneli, como a vilã Barbará.

Confiram o anúncio:

Link permanente da imagem incorporada

Leonardo Gabriel

Relembrem a novela ”Da Cor Do Pecado”

A novela dos mulherões

A tarefa de içar atrizes ao pedestal das musas costuma caber a novela das nove da globo.Nos últimos anos,contudo, o folhetim ”Da cor do pecado”, desempenhou esse papel com perfeição.Com sua robusta média que era de 47 pontos,um número que não se vê hoje em dia.

João Emanuel Carneiro fez mais do que manter o seu time de beldades em evidência.Atrizes como Giovanna Antonelli,Taís araújo e Alinne Moraes tornaram-se na época verdadeiros modelos para crianças,adolescentes,e moças crescidas.Além delas Karina Bacchi,Vanessa Gerbelli e Maitê Proença também resgistraram a participação em ”Da cor do pecado” – definitivamente uma novela de mulherões entre os momentos especiais de suas carreiras.

As personagens de Taís Araújo e Giovanna Antonelli fizeram tanto sucesso que até deram origem a bonecas.As duas atrízes já chegaram a ”Da cor do pecado” com ótimo cacife,mas o ampliaram ainda mais. Taís, na época foi considerada a atriz negra mais bem-sucedida da história da televisão brasileira, a ùnica a contabilizar dois papeis de protagonistas,em ”Xica da Silva” (1996) e em ”Da cor do pecado”.Ela acreditava que sua personagem Preta,uma mãe batalhadora e severa quando necessário,fez com que ela passasse a ser vista como algo a mais do que um rostinho e um corpinho bonito.

Para Giovanna Antonelli ,interpretar a vilã Bárbara também foi uma noviadade.Ela veio de uma série de papéis de heroína para encarnar uma vilã.Tornou-se a megera que as brasileiras adoravam imitar, assim como gostavam de copiar as bijuterias e os acessórios da odalisca Jade, de ”O Clone” (2001) ,ou as roupas da garota de programa Capitu, de ”Laços de Família”(2000).

A participação de Aline Moraes consolidou a tregetória de ascensão em que ela havia entrado desde seu trabalho como Clara, a adolescente lésbica de ”Mulheres Apaixonadas” (2003).

Se Aline foi na época a musa dos adolescentes devido a seu estilo,a personagem de Karinna Bacchi,a Tina caiu no gosto do povo,Tina era uma agregada da inesquecível família Sardinha, trupe de lutadores de vale-tudo que compunham um dos núcleos mais bem-sucedidos da novela.No começo da trama Tina era uma ‘’maria-tatame’’: Seu único objetivo era namorar os lutadores saradões.Seu papel foi crescendo e ela ganhou um espaço próprio nesse núcleo colorido e amalucado, que tinha um quê de desenho animado.

Ouve também o triângulo  amoroso formado por Preta, Paco e Bárbara, que foi um tanto conturbado pela vilã que era apaixonada pelo moço, e fez o possível e o impossível para tira-lo de Preta, mas como toda novela o vilão no final se da mal e os mocinhos vivem felizes, em ”Da cor do pecado” não foi diferente.No final da trama Bárbara se jogou do alto de um penhasco,matou seu cúmplice e morreu, pagando por suas maldades, e os mocinhos,claro,viveram felizes.

Leonardo Gabriel