Taylor Swift estaria recebendo ameaças de morte após ser vista com membro do One Direction

Taylor-taylor-swift-6692740-1024-768

A cantora Taylor Swift tem sido vista na companhia do cantor Harry Styles, integrante da boyband One Direction. No mundo do showbiz, qualquer tipo de encontro serve para alimentar boatos sobre namoro. Partindo desta condição, tudo indica que a musa country e o galã britânico estão perto de engatar um romance.

Porém, uma boa parte das fãs do 1D está insatisfeita com este suposto namoro. De acordo com o jornal “Daily Star”, Swift tem recebido várias ameaças de morte. Através das redes sociais, as fãs mais exaltadas ordenam que a loira a se afaste de Harry.

Ainda de acordo com a publicação, o cantor está um tanto quanto irritado com as mensagens de ódio enviadas a Swift. Segundo o tabloide, Harry revelou que deseja ter o direito de sair com quem quiser.

Taylor Swift and Harry Styles spend a romantic afternoon in NYC's Central Park

Kesha fala sobre o estágio de elaboração do “Warrior”, seu mais novo disco de inéditas

Kesha admitiu que é difícil permanecer “mentalmente estável” enquanto está em turnê para promover um álbum. A cantora, que lança nesta semana o LP “Warrior”, explicou ao tabloide “Daily Star” que precisou de um tempo de descanso antes de elaborar seu segundo disco.

“Quando você não dorme direito durante semanas, é difícil ficar mentalmente estável – é também por isso que você é artista, porque você é um pouquinho louco, para começar. Antes de compor meu novo álbum, ‘Warrior’, decidi fazer o que chamo de viagem de espírito. Meu empresário tentou me fazer levar seguranças, mas eu disse não”.

A estrela revelou ter visitado as Ilhas Galápagos e feito um safári na África do Sul. Para Kesha, observar os animais a manteve com os pés no chão: “Foi importante para mim, já que falar sobre você mesma em entrevistas é um estilo de vida muito egocêntrico. Não há muitas coisas normais acontecendo na minha vida. Tudo é muito estranho e mágico e eu queria escrever sobre isso”.

A estrela de “Die Young” acrescentou: “Ainda estou celebrando a vida neste álbum e espero fazer isso até o dia em que eu morrer. Você escuta muitos lados diferentes da minha personalidade, mas os meus fãs ainda podem me ouvir falando bobagem sobre uma batida dançante”.

Eduardo Couto

(Redação)