CQC (25/11/2013) – Os repórteres mergulham de cabeça no mundo do “funk ostentação”

CQC (25/11/2013)

O CQC desta segunda-feira, 25 de novembro, segue com o resumo das principais notícias da semana com a irreverência, humor e acidez típica dos homens e das mulheres de preto.

O piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton se divertiu com o CQC

Guga Noblat traz todos os detalhes da máfia dos fiscais e repercute o assunto entre os políticos. Dani Calabresa, por sua vez, foi às ruas descobrir se as pessoas sabem paquerar e se mandam bem nos xavecos na hora da conquista.

Os detalhes do GP Brasil de Fórmula 1, com entrevista dos pilotos Lewis Hamilton, Felipe Massa e a festa da Ferrari, também estão na pauta. 

No quadro “Documento da Semana” os repórteres entram de cabeça no mundo do “funk ostentação” e trazem tudo o que rola entre os funkeiros.

O “Proteste Já” da semana foi até Santo André , na grande São Paulo, para  conhecer uma escola de teatro que é referência na área e está em estado total de sucateamento. Oscar Filho foi cobrar uma posição da prefeitura.

Divulgação Band

Globo transmite treino de Fórmula 1 do GP do Brasil neste sábado (23)

Globo transmite treino de Fórmula 1 do GP do Brasil neste sábado (23)

Globo exibe neste sábado, 23, o treino para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. O treino define o grid de largada para a corrida de domingo, que marca a final da  temporada de 2013 da disputa. Em virtude dessa transmissão a emissora não exibirá o programa Estrelas neste sábado. que voltará a ser exibido na próxima semana em seu horário normal.

C0m transmissão ao vivo, ás 14h (horário de Brasília), diretamente do Circuito de Interlagos, em São Paulo. A narração será de Galvão Bueno, e comentários de Rubens Barrichello. 

O alemão Sebastian Vettel já é campeão do mundial antes de sua final. O piloto da RBR-Renault está com 372 pontos, 145 a mais que o segundo colocado, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), com 227 pontos. O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) ultrapassou o finlandês Kimi Raikkonen (Lotus-Renault) no ranking na última corrida do GP dos EUA, e conquistou a terceira colocação. Os dois estão com 187 e 183 pontos, respectivamente. Já o australiano Max Webber (RBR-Renault) permanece em quinto, com 181 pontos. O brasileiro Felipe Massa está em oitavo lugar com 106 pontos.

TV Paga | Concorrente? FOX Sports transmitirá Fórmula 1 em 2014

Concorrente na TV Paga

Mesmo não sendo ainda oficial, segundo Flávio Ricco, o canal de esportes na News Corporations, Fox Sports, transmitirá a Fóruma 1 ano que vem. O grupo fará concorrência, na TV paga, com o SporTV, canal das Organizações Globo, que transmite o evento regularmente.

Mas isso é bom, pois, com o aumento da concorrência, ambas as emissoras tratarão de fazer a melhor cobertura para, assim, conquistar, cada vez mais, audiência.

Globo promove rodízio entre comentaristas da “Fórmula 1”

Emissora promove rodizio de comentaristas

A Globo diante de tantos investimentos em sua programação esportiva decidiu promover uma
“dança das cadeiras” no setor. As informações são do colunista Flávio Ricco.

A emissora carioca – que recentemente resolveu colocar nomes conhecidos na transmissão de seus eventos esportivos – deve promover um rodízio entre os comentaristas contratados.

No caso da Fórmula 1, os três comentaristas Reginaldo Leme, Luciano Burti e Rubens Barrichelo não devem aparecer ao mesmo tempo em todas as transmissões. Dois deles aparecerão por vez organizando um rodízio ao longo da temporada.

Henrique Oliveira

A Globo diante de tantos investimentos em sua programação esportiva decidiu promover uma”dança das cadeiras” no setor. As informações são do colunista Flávio Ricco.
A emissora carioca que recentemente resolveu colocar nomes conhecidos na tranmissão de seuseventos esportivos deve promover um rodízio entre os comentaristas contratados desses eventos.
No caso da Fórmula 1, os três comentaristas Reginaldo Leme, Luciano Burti e Rubens Barrichelonão devem aparecer ao mesmo tempo em todos as transmissões. Dois deles aparecerão por vez organizando um rodízio.
Henrique Oliveira

Especial: Formula Indy x Formula 1| Episódio 2 [Episódio Final]

Semana passada propomos um debate, descobrimos que a Formula Indy chegou atrasada, mas também teve seus anos de ouro, mas antes de chegarmos a uma conclusão que tal continuar-mos a ver a trajetória das duas, pois está no ar o Segundo e último episódio de…

A formula 1 chata com o domínio, praticamente absoluto, de Schumacher não foi fatal para a Formula 1, mas a Indy veio perdendo seus índices.

É claro que não foi um único fator que derrubou os anúncios “Indy, a fórmula da emoção” e “aqui sempre tem brasileiro na frente”. Corridas de rua que mais pareciam procissão, domínio da Ganassi nos ovais e mal desempenho dos brasileiros em geral fizeram o Brasil se desinteressar pela categoria da mesma forma como perdeu desinteresse da F1.

Mas a Indy, muito diferente da Formula 1, não tinha um grande público fiel. E como tudo que é ruim pode piorar, piorou. Houve a separação da “IRL” que ocasionou a mudança de nome da categoria virando “Formula Cart Mundial” no SBT. Foi para o lugar que todo programa tem medo e, é pior que a gaveta, o lixo.

Enquanto o SBT ficava atrás com a Formula Cart, a Band ressurgia com a IRL e com o nome antigo “Formula Indy” e , como toda canal que se preza, atacava a categoria do SBT. Entretanto o público, neste momento, não tinha mais a menor noção de qual categoria era a verdadeira Indy e preferiu apertar o controle.

Apesar de estarmos falando de Brasil, é bom dar uma pincelada do que aconteceu pelo mundo:

Nos Estados Unidos o público seguiu Indianápolis e rapidamente migrou para IRL, com pilotos americanos e mais ovais.

E na Euoropa o público ficou acompanhando a CART e Champ Car, e tivemos provas na Inglaterra, na Bélgica, na Alemanha… Mas com Villeneuve e depois Hakkinen dando trabalho para Schumacher na Fórmula 1, até o título de Gil de Ferran foi assunto para uma mesa redonda ou outra.

Voltando para o Brasil…

Sem a atual democratização da internet (lembrando que aqui ainda estamos nos anos 90) e com Rubens Barrichello na Ferrari, a Indy e a Cart foram para a TV a cabo e sumiram da mídia. Veja só leitor, nem com Helio Castroneves ganhando duas 500 milhas isso mudou.

E pulando os anos 90, que a maioria aqui sabe bem como foram, chegamos na situação atual, com Rubens Barrichello começando e muitos fãs falando que vão dar mais atenção para a categoria americana. E claro, o mundo todo com olhar para o carro novo e a estrela superstar que chega.

Nos anos 2000 tivemos a famosa “mulher maravilha” na Indy, que mesmo hoje estando muito apagada, foi ganhadora de uma temporada da categoria e deu o que falar em muitas mesas redondas e ajudou a Indy a dar uma subidinha na audiência.

Tivemos vários shows na Indy, muito, mas muito menos na Formula 1, mas o maior show dos anos 2000 foi a final da Indy de 2007 que você confere a seguir:

Realmente nem Spielberg imaginaria ou criaria algo tão emocionante.

Respondendo a pergunta que nos levou a tantas lembranças e a tanta história: amigas, jamais, rivais, talvez, mas neste momento, a resposta certa realmente seria nada disso, cada um na sua. Porém concorrência é sempre boa e vamos ver o que acontece a partir de agora. Green flag!

Especial: Formula Indy x Formula 1 | Episódio 1

Pegando carona nas duas últimas etapas da formula 1, trago hoje, para você leitor do ClubTv, um assunto polêmico: Formula Indy e Formula 1 são amigas, são rivais ou, muito pelo contrário, não são nada disso. Descubra agora no:

A primeira questão a ser levantada é se realmente existe uma rivalidade???

É verdade que nunca os duas modalidades automobilísticas foram exibidas pela  mesma emissora na mesma temporada.

Nos Anos 80 a Formula 1 reinava sozinha , e sem nenhuma concorrência, com Senna e Piquet, não havia espaço para a Indy no Brasil. Mesmo no mundo, o maior destaque que a categoria tinha era nas 500 milhas de Indianápolis, que é sempre uma prova à parte.

Mas nem tudo são flores, Emerson Fittipaldi foi trilhar o sonho americano depois de esquecido aqui no Brasil pelas “novidades” Piquet e Senna, e junto com um tal de Luciano do Valle trouxeram a Indy pra TV de cá. E como o automobilismo, naquela época, era assunto comum em qualquer roda de bate papo, foi um sucesso.

Os anos 90 podem ser chamados também de anos da Indy, pois ela cresceu e muito, passou pela TV Manchete e bateu com o que antes era um referencial. Nosso famoso Ayrton testou por lá, Nelson Piquet se aventurou nas 500 milhas, mas o grande golpe foi com a morte do Senna.

A Formula Indy foi a glória no SBT e como atração número 1, quem não se lembra de quando Gugu e Silvio Santos perdiam seu espaço na grade para vermos Long Beach, Phoenix e Michigan.

Mas, também, a Formula 1 estava chatíssima com o domínio de Schumacher, parecia fatal.

Mas será que foi????? Descubra semana que vem no episódio final desta batalha.