SBT quer firmar um novo modelo de parceria com a Warner

SBT quer firmar um novo modelo de parceria com a Warner

Somente o necessário 

Em vésperas de final de contrato com a Warner, o SBT esta interessado acertar um novo modelo de contrato com a produtora americana e assim  mudar a parceria que é realizada há 15 anos.

Segundo informações do jornalista Daniel Castro, a emissora de Silvio Santos não esta mais interessada no atual modelo, chamado de “output deal”. Nele, a emissora compra toda linha de produtos (Filmes, desenhos, séries) e paga um preço fixo estimado em R$ 30 milhões por ano.

O problema desse modelo é que apesar de ceder todos os produtos da empresa, a emissora jamais poderá exibir todos eles durante o contrato vigente (fala-se de milhares de produtos). Portanto isso seria inviável financeiramente para o canal. Leia-se desperdício de dinheiro.

Porém a emissora quer manter a parceria de sucesso em um novo modelo. Neste, o canal apenas um pacote do que deverá usar por um valor que seria reavaliado. Em troca, a Warner poderá oferecer á outras emissoras produtos que o SBT não aceitou. Esse modelo  -chamado de “volume deal” – apresentado para a produtora é o mesmo feito entre a Globo e a Fox.

A emissora negocia um novo valor de contrato que seja rentável aos cofres do canal. O resultado dessas negociações entre ambos acontecerá nessa semana durante a feira internacional de televisão  (Mipcom) em Cannes, na França.