SBT fará debate entre Haddad e Serra no próximo dia 24

O SBT decidiu fazer o debate no segundo turno entre os candidatos á prefeitura de São Paulo. José Serra e Fernando Haddad já confirmaram presença no debate da emissora.

O debate ancorado pelo jornalista Carlos Nascimento será quatro dias antes do segundo turno, dia 24 ás 18h10, com transmissão ao vivo pelo SBT e pelo portal UOL. O horário do debate também é uma novidade, a emissora optou por fazer nesse horário por ser o horário onde os trabalhadores estariam de volta pra casa e poderiam acompanhar.

No debate produzido pelo SBT e pelo portal UOL, os candidatos vão se enfrentar discutindo propostas para a capital paulista. Terá a participação de internautas para fazer perguntas.

Henrique Oliveira

Record teria mentido sobre ausência de José Serra em debate

 

O debate que seria realizado pela Record no dia primeiro de Outubro foi cancelado. Como justificativa, a emissora divulgou um comunicado alegando que por ausência do tucano Serra (PSDB), que segundo a própria, não teria respondido a nenhum convite da emissora, e de Celso Russomanno (PSDB), que não poderia comparecer na ocasião devido a data de nascimento de seu filho, que coincide com a do debate.

Porém, a nota divulgada pela emissora dos bispos, alegando o fato, pode ser mentirosa. Serra também se pronunciou a respeito e pediu para que a emissora revelasse os verdadeiros motivos para o cancelamento.

Confira: 

Nota sobre o debate cancelado pela TV Record

A coligação Avança, São Paulo lamenta a decisão da Rede Record de Televisão, de cancelar o debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo, previsto para a próxima segunda-feira, 1º de outubro.

Em momento algum a campanha se recusou a participar do programa. O lamentável cancelamento foi uma decisão exclusiva da Record, e assim deve ser assumido.

José Serra esteve presente a todos os debates promovidos nesta eleição, assim como os demais concorrentes. A exceção foi o candidato Celso Russomanno, do PRB, partido que é notoriamente ligado à Rede Record e à Igreja Universal.

Russomano se recusou a ir ao debate promovido pela Igreja Católica e se recusou a participar do debate que seria promovido pelo UOL, maior portal de internet do país, em conjunto com o jornal Folha de S. Paulo.

A decisão de Russomanno de faltar aos debates e a decisão da Rede Record de não mais realizar o programa previsto para o dia 1º de outubro não podem ser imputadas a qualquer outra candidatura.  Muito menos a Serra, que, vale reiterar, sempre compareceu a todos os debates, nesta e em eleições anteriores.

A Record e Russomanno devem assumir a decisão de cancelamento sem tentar jogá-la nas costas de terceiros’.

Leonardo Gabriel