Mix Tv estreia programa voltado ao MMA nesse sábado (11)

O canal Mix TV vai estrear neste sábado, dia 11, o programa “Warrior- One”, atração que reúne um mix de artes marciais em uma competição com muita técnica e diferente do que o público brasileiro está acostumado a assistir.

Durante  a série de programas o público confere imagens de diversas edições do “Warrior- One”, evento de MMA que acontece anualmente no Canadá,  desde o ano de 2008. A disputa reúne os melhores lutadores canadenses e norte- americanos, especializados nas mais diferentes artes marciais. Demonstrações técnicas e golpes como chutes, socos e finalizações utilizadas durante as disputas de MMA fazem parte da nova atração.

No primeiro episódio o público assiste à três lutas, com os mais diferentes perfis, que aconteceram em Montreal, na província de francesa de Quebec. A luta principal é entre Adrian “The Bully” Wooley, que irá defender seu título de boxe pela primeira vez, contra Randy Spence. O combate continua entre o californiano Roy Boughton e Misha Cirkunov, lutador que nasceu na Letónia e imigrou para o Canadá. E ainda a luta entre os canadenses Bruno Hosier e John Macphearson.

O programa será exibido nesse sábado (11) ás 22h00, com reprises na terça 00h30 e quinta 00h00 no canal Mix tv.

Globo é criticada por transmissão do UFC

A Rede Globo já tinha anunciado que não faria transmissão ao vivo da luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen no UFC 148, mas mesmo assim foi criticada. Afinal, além de passar a vitória do brasileiro com atraso de aproximadamente meia hora, o narrador Galvão Bueno ainda cometeu uma gafe na transmissão. Em certo momento, ele disse “voltamos ao vivo”, o que gerou críticas e revolta de fãs do MMA no Twitter.

Na verdade, a transmissão da Rede Globo começou quando a luta entre Silva e Sonnen ainda acontecia. Porém, a emissora optou por passar primeiro a reprise da vitória do também brasileiro Demian Maia sobre o sul-coreano Dong Hyun Kim.

A Rede Globo não havia anunciado que transmitiria a luta ao vivo. Neste sábado, inclusive, o apresentador Tiago Leifert encerrou o Globo Esporte alertando os telespectadores que as lutas não seriam transmitidas ao vivo, devido ao contrato de transmissão com o UFC, que estabelece que a emissora precisa aguardar no mínimo 30 minutos para transmitir os eventos fora do Brasil.

Antes de finalmente mostrar o vídeo gravado da vitória de Anderson Silva, foram mostradas imagens do outro combate entre o brasileiro e Chael Sonnen, que aconteceu em agosto de 2010. A luta foi analisada em detalhes e rendeu bastante tempo para Galvão criticar o americano, que é odiado no Brasil por ter falado mal do País. Com comentários do campeão dos pesos pena José Aldo, Galvão preparou terreno para a transmissão do principal combate da noite.