‘Da Cor do Pecado’ volta dia 24 de Setembro na Globo

Conforme já noticiado aqui, a Globo confirmou a reprise da novela ‘Da Cor do Pecado’ na sessão ‘Vale a Pena ver de novo’. Embora ainda não haja chamadas divulgando a sua volta já é dada como certo que ela volta ao ar no dia 24 do próximo mês, substituindo ‘Chocolate com Pimenta’. Antes, a Globo havia cogitado novamente a reexibição de ‘Páginas da Vida’, mas optou por uma re-reprise, já que o folhetim, que foi exibido originalmente em 2004, já havia ganhado uma segundo exibição.

A trama conta a história dos irmãos gêmeos Paco e Apolo. Depois de conhecer Preta no Maranhão, e de engravidá-la, Paco acaba sofrendo um acidente aéreo que faz todos acharem que ele morreu.

Anos Depois, Preta leva seu filho Raí para conhecer seu avô, o milionário Afonso Lambertini, que suspeita que ela pretende lhe aplicar um golpe.

Confiram a abertura da novela:

Leonardo Gabriel

Relembrem a novela ”Da Cor Do Pecado”

A novela dos mulherões

A tarefa de içar atrizes ao pedestal das musas costuma caber a novela das nove da globo.Nos últimos anos,contudo, o folhetim ”Da cor do pecado”, desempenhou esse papel com perfeição.Com sua robusta média que era de 47 pontos,um número que não se vê hoje em dia.

João Emanuel Carneiro fez mais do que manter o seu time de beldades em evidência.Atrizes como Giovanna Antonelli,Taís araújo e Alinne Moraes tornaram-se na época verdadeiros modelos para crianças,adolescentes,e moças crescidas.Além delas Karina Bacchi,Vanessa Gerbelli e Maitê Proença também resgistraram a participação em ”Da cor do pecado” – definitivamente uma novela de mulherões entre os momentos especiais de suas carreiras.

As personagens de Taís Araújo e Giovanna Antonelli fizeram tanto sucesso que até deram origem a bonecas.As duas atrízes já chegaram a ”Da cor do pecado” com ótimo cacife,mas o ampliaram ainda mais. Taís, na época foi considerada a atriz negra mais bem-sucedida da história da televisão brasileira, a ùnica a contabilizar dois papeis de protagonistas,em ”Xica da Silva” (1996) e em ”Da cor do pecado”.Ela acreditava que sua personagem Preta,uma mãe batalhadora e severa quando necessário,fez com que ela passasse a ser vista como algo a mais do que um rostinho e um corpinho bonito.

Para Giovanna Antonelli ,interpretar a vilã Bárbara também foi uma noviadade.Ela veio de uma série de papéis de heroína para encarnar uma vilã.Tornou-se a megera que as brasileiras adoravam imitar, assim como gostavam de copiar as bijuterias e os acessórios da odalisca Jade, de ”O Clone” (2001) ,ou as roupas da garota de programa Capitu, de ”Laços de Família”(2000).

A participação de Aline Moraes consolidou a tregetória de ascensão em que ela havia entrado desde seu trabalho como Clara, a adolescente lésbica de ”Mulheres Apaixonadas” (2003).

Se Aline foi na época a musa dos adolescentes devido a seu estilo,a personagem de Karinna Bacchi,a Tina caiu no gosto do povo,Tina era uma agregada da inesquecível família Sardinha, trupe de lutadores de vale-tudo que compunham um dos núcleos mais bem-sucedidos da novela.No começo da trama Tina era uma ‘’maria-tatame’’: Seu único objetivo era namorar os lutadores saradões.Seu papel foi crescendo e ela ganhou um espaço próprio nesse núcleo colorido e amalucado, que tinha um quê de desenho animado.

Ouve também o triângulo  amoroso formado por Preta, Paco e Bárbara, que foi um tanto conturbado pela vilã que era apaixonada pelo moço, e fez o possível e o impossível para tira-lo de Preta, mas como toda novela o vilão no final se da mal e os mocinhos vivem felizes, em ”Da cor do pecado” não foi diferente.No final da trama Bárbara se jogou do alto de um penhasco,matou seu cúmplice e morreu, pagando por suas maldades, e os mocinhos,claro,viveram felizes.

Leonardo Gabriel