”Páginas da Vida” vai ser reprisada em Portugal pela SIC

Mesmo que possua um grande número de novelas para serem exibidas, a SIC de Portugal decidiu reprisar á partir da próxima semana um grande sucesso da TV Globo, a novela ”Páginas da Vida” de Manoel Carlos que volta ás telinhas no dia 17. A trama vai ser levada ao ar nos finais de noite, ás 23h55, logo após ”Avenida Brasil”, outro êxito da emissora brasileira.

As chamadas já foram colocadas no ar, e focam principalmente na personagem de Fernanda Vasconcellos, a Nanda. Após uma experiência no exterior, ela volta ao país grávida, e tem dois filhos. Um deles acaba ficando com uma família depois de sua morte, e a outra que tem Down é colocada para a adoção.  Regina Duarte, que nesta novela fazia uma das Helenas de Maneco é quem a adota. 

Leonardo Gabriel

‘Da Cor do Pecado’ volta dia 24 de Setembro na Globo

Conforme já noticiado aqui, a Globo confirmou a reprise da novela ‘Da Cor do Pecado’ na sessão ‘Vale a Pena ver de novo’. Embora ainda não haja chamadas divulgando a sua volta já é dada como certo que ela volta ao ar no dia 24 do próximo mês, substituindo ‘Chocolate com Pimenta’. Antes, a Globo havia cogitado novamente a reexibição de ‘Páginas da Vida’, mas optou por uma re-reprise, já que o folhetim, que foi exibido originalmente em 2004, já havia ganhado uma segundo exibição.

A trama conta a história dos irmãos gêmeos Paco e Apolo. Depois de conhecer Preta no Maranhão, e de engravidá-la, Paco acaba sofrendo um acidente aéreo que faz todos acharem que ele morreu.

Anos Depois, Preta leva seu filho Raí para conhecer seu avô, o milionário Afonso Lambertini, que suspeita que ela pretende lhe aplicar um golpe.

Confiram a abertura da novela:

Leonardo Gabriel

Globo cogita novamente reprise de ‘Páginas da Vida’

Novamente, a cúpula da Globo está engajada para escolher a próxima reprise do canal. ‘Páginas da Vida’, que foi exibida em 2006 cogitada, e essa é a segunda vez. A primeira foi quando ‘Mulheres de Areia’ ainda estava no ar.

O folhetim de Manoel Carlos não foi ao ar na época, devido a classificação indicativa e caso fosse, terminaria com cerca de 150 capítulos, como acontece com algumas novelas exportadas pela Globo. Desta forma, seu desenrolar seria mais ágil e certamente a emissora retiraria as cenas mais fortes, já que ela foi exibida no horário das nove.

Leonardo Gabriel