Globo pode levar ao ar final diferente do livro em ”O Canto da Sereia”

Desde a última terça-feira, a Globo exibe após o BBB a minissérie de quatro capítulos, ”O Canto da Sereia”. A esta altura, com os acontecimentos da trama, que é bastante agitada, todos se perguntam quem foi o verdadeiro responsável pela morte de Sereia (Ísis Valverde), que acabou sendo assassinada em cima de um trio elétrico, e que após isso, vários suspeitos foram aparecendo. 

Em recente entrevista, Patrícia Andrade, autora que assina o seriado revelou que seu desfecho pode ser diferente da obra de Nelson Motta, da qual ela foi baseada: ”Vocês podem esperar qualquer desfecho, até mesmo o do livro. A grande questão é por que a Sereia morreu ou por que ela foi morta. Ela foi marcante na vida de todos os personagens. Então, é exatamente isso, por que alguém quis matá-la?”.

Ela também destacou o trabalho da protagonista e do ator João Miguel: ”Gostei muito da Ísis. Ela é uma atriz realmente incrível, tem um carisma danado, uma atriz que não só a câmera gosta dela. Outra coisa que amei foi o João Miguel, um ator que me emociona profundamente. O que você dá para ele, ele melhora”.

Leonardo Gabriel

Filme sobre Gonzaga vai para a Globo em forma de microssérie

O filme “Gonzaga – De pai para filho”, que estreia em outubro nos cinemas, irá ao ar pela Globo em janeiro do próximo ano em forma de microssérie. A emissora, vale lembrar, também fez uma microssérie em homenagem a Dercy Golçalvez no início deste ano, no qual servirá de base para a nova produção.

A direção da Globo, no entanto, ainda não divulgou que irá compor o elenco da microssérie. No filme, entre outros, está Nanda Costa, que estreia “Salve Jorge” mês que vem no mesmo canal, e Júlio Andrade. “Gonzaga – De pai para filho” é de Breno Silveira e roteiro de Patrícia Andrade.

Gabriel Machado