Elizabeth Savalla se defende de críticas sobre sua personagem em Amor à Vida

“Novela é ficção”. desabafa Savalla

Elizabeth Savalla se defende sobre críticas de ex-chacretes

Elizabeth Savalla resolveu se defender em entrevista ao jornal O Dia sobre as críticas que sua personagem vem sofrendo da parte de algumas ex-chacretes. Na trama de Walcyr Carrasco, a ex-assistente do velho guerreiro Márcia , personagem de Savalla, é ex-prostituta e fichada na polícia o que acabou deixando algumas assistentes do velho guerreiro inconformadas.

Soube que várias delas estão chateadas porque a Márcia já se prostituiu. Gente, se o vilão gay (Mateus Solano) é mau-caráter, não quer dizer que todo gay é assim. A mesma coisa acontece com as chacretes. Novela é ficção. Se a Márcia foi prostituta, não quer dizer que toda chacrete se prostituiu. A minha versão é uma grande homenagem às pessoas que passaram pela vida com dificuldade, sem apoio de ninguém. A Márcia vende cachorro-quente, foge do rapa e faz de tudo para se virar e criar a filha (Tatá Werneck)”, desabafa Savalla em entrevista à publicação.

Por outro lado, Rita Cadillac defendeu a personagem da atriz uma entrevista para o portal UOL. “Já estão me perguntando se eu fiz programa por causa da novela! Eu nunca fiz programa. Também nunca fui presa! Gente, a Márcia é uma ex-chacrete fictícia, ela não tem necessariamente tudo a ver comigo. O Walcyr fez dela chacrete porque ela não tinha idade pra ser bailarina do Faustão! Tem gente que é burra e não entende que ficção é uma coisa e realidade é outra.”

Henrique Oliveira