Índices de ”Betty, a Feia” condizem com os atuais padrões da Redetv!

 

Com uma grade de programação replete de atrações religiosas, infomerciais e programas terceirizados seria quase que um milagre a reprise de ”Betty, a Feia” (uma das novelas mais influentes do mundo) marcar números mais relevantes para a emissora. Seus atuais condizem com os padrões da mesma.

Desde que voltou a ser exibida – no dia 04 de Março  – a reprise alcança médias que oscilam entre 0,7 e 1,8 ponto de média, algo satisfatório quando levado em conta que ela recebe o horário de um programa religioso e um outro de vídeos que beiram o traço.

O ”TV Fama”, que a sucede, raramente passa dos 2 de audiência.

Leonardo Gabriel 

Redetv! pretende destinar um horário para reprises de novelas estrangeiras

 

Ao que tudo indica, a Redetv! poderá seguir apostando em reprises de tramas de lá de fora. A emissora se deu bem no passado com a exibição de ”Betty, a Feia”, que voltou ao ar na semana passada, e que desta vez amarga baixos índices na faixa das 18h00. O folhetim é protagonizado por Ana Maria Orozco, e é colombiano. 

Acredita-se que a audiência possa subir caso um determinado horário seja reservado para as exibições de novelas que fazem sucesso em vários outros países. Por enquanto permanecerá a ”Betty” por um longo tempo, já que se trata de uma história longa, mesmo que seus índices não alegrem os donos do canal.

Atualmente, sua audiência gira em torno de apenas um ponto de média. Vale lembrar, no entanto, que a programação religiosa que a antecede tem uma parcela de culpa para o resultado.

Leonardo Gabriel

Reprise de ”Betty, a Feia” não emplaca na Redetv!

Mais uma vez vemos na tela da Redetv! a reprise de ”Betty, a Feia”. A trama voltou a ser reapresentada como uma aposta da emissora para alavancar seus números na faixa das 18h00, o que não ocorreu até o momento. Em seus capítulos exibidos até então, a trama colombiana alcançou na maioria deles apenas 1 ponto de média, o que representa que ela alcança um público de apenas 62 mil telespectadores na Grande São Paulo.

”Betty” no passado fazia a alegria dos diretores que apostaram suas fichas em sua história. Em 2002, chegava a registrar 6 pontos de média no horário nobre, em confronto com grandes produtos de maiores Redes de TV. Porém, ao que tudo indica, os telespectadores estão cansados da mesma história da feia inteligente que um dia se torna bonita e feliz ao lado de seu amor, afinal vimos por aqui várias versões do mesmo enredo. Desde uma mexicana ( A Feia Mais Bela, SBT) á uma adaptação da mesma (Bela, a Feia, Record), e até mesmo um seriado americano chamado de ”Ugly Betty” (SBT).

Leonardo Gabriel