Veja em Pé na Cova (10/10/2013) – Surpresas chegam no Irejá na estreia da nova temporada

Nova temporada 

Ao som de Françoise Hardy, ‘Pé na Cova’ retorna com seu primeiro episódio da segunda temporada nesta terça-feira, dia 1º de outubro. Em uma referência à obra “Os miseráveis”, do francês Victor Hugo, Ruço (Miguel Falabella) acolhe Clécio (Magno Bandarz), um morador de rua que transita pelo Irajá em busca de emprego e comida. Em ato de desespero, ele furta um sanduíche da carrocinha de Soninja (Karin Hils) e Giussandra (Karina Marthin) e deixa os moradores da vizinhança indignados. Ruço, então, resolve a situação e pede para Tamanco (Mart’nália) empregar o rapaz.

Em meio às famosas confusões em que os Pereira se envolvem, a família cresceu, e a vida de Ruço continua difícil. Seu filho chora a toda hora e deixa Abigail (Lorena Comaprato) exausta. E o que é para ser uma ajuda se torna briga, já que a dona de casa não gosta de ver Darlene (Marília Pêra) embalando seu bebê.

Mas as novidades não envolvem apenas a funerária F.U.I. Odete Roitman (Luma Costa) continua se exibindo na internet, mas agora mora com Tamanco (Mart’nália) na parte superior da oficina e cuida de seu filho, o Sermancino (Gabriel Lima). Apesar de ter deixado a casa dos pais, segue trabalhando lá. E mais uma surpresa promete mexer com a emoção de Ruço: o retorno da desaparecida Bá (Niana Machado) ao Irajá.

Divulgação Globo

Veja em Tapas & Beijos (01/10/2013) – Série completa 100 episódios

Veja em Tapas & Beijos (01/10/2013)

No episódio de ‘Tapas & Beijos’ que vai ao ar nesta terça-feira, dia 1º de outubro, mostra como Copacabana uniu os personagens da série. As diferenças de personalidade entre as protagonistas Fátima (Fernanda Torres) e Sueli (Andréa Beltrão) levam a convivência da dupla a uma briga definitiva, e o “casal” mais fiel de Copacabana decide se separar. Para desespero de Stephanie (Rafael Primot), que convidou a dupla para ser madrinha de seu casamento com Tijolo (Orã Figueiredo).

Centésimo episódio conta como Fátima e Sueli se conheceram

Na tentativa de reverter a desavença, a noiva decide só seguir com a cerimônia se as amigas se entenderem e provarem que o amor prevalece acima das discussões da convivência diária. A briga desencadeia uma série de flashbacks desde o momento em que elas se conheceram, disputando uma vaga na loja Djalma Noivas, e revela que os conflitos das amigas vêm desde o primeiro encontro.

No final da década de 1990, diante de Djalma (Otávio Muller), Fátima e Sueli apostaram no dramalhão para conquistar o único posto de vendedora na loja. Depois de mostrarem que também têm talento para venda, as duas vão de rivais a amigas inseparáveis ao virarem funcionárias da boutique. Elas começam a frequentar o bairro e conhecem os demais figurões do pedaço, como Armane (Vladimir Brichta), Chalita (Flávio Migliaccio), Jurandir (Érico Brás) e Jorge (Fabio Assunção), com quem protagonizam histórias curiosas ao longo dos anos.

As lembranças mostram ainda o início incomum dos relacionamentos vividos pelas amigas. Durante a construção de sua importadora no bairro, Armane honrou o posto de garanhão e foi logo se insinuando para Sueli. Ao descobrir que a amiga era alvo de um homem casado, Fátima se adiantou para defendê-la do malandro, só que ela não resistiu ao charme dele e começou o relacionamento proibido com o marido da “barata cascuda”. Os flashbacks ainda relembram o envolvimento de Sueli com Jurandir, que, apesar de investir na paixão, foi abandonada em pleno altar. Algum tempo depois, para consolar a noiva rejeitada e melhor amiga de sua namorada, Armane decidiu apresentá-la ao novo empresário do local, Jorge.

Hoje, muitos anos depois, falta saber se Fátima e Sueli viverão bem sem as brigas – e a amizade – de costume.

Divulgação Globo