SBT demonstra interesse em Danilo Gentili e tem receio de que a Record o contrate

 

O SBT demonstra certo interesse em contar com Danilo Gentili, da Band. Por mais que negue, segundo informações do jornalista Flávio Ricco, um dos diretores da emissora tentou saber qual o valor da multa a ser paga caso o apresentador do ”Agora é Tarde” deixasse sua atual ”casa” antes do término de seu compromisso. A concorrência está e olho, e a Bandeirantes bem precavida…

Também na emissora de Silvio Santos, há quem considere uma derrota do ”patrão” o fato de a turma do ”Pânico” ter se mudado para a Bandeirantes. É que ele sempre achou que os tinha na mão, e que em um dia, poderia contar com eles. Mas não foi bem assim…

No caso do Danilo, existe um outro receio: a de que a Record o contrate.

Em Tempo: neste ”olho grande” em cima do apresentador, a Band tentará renovar seu contrato o mais rápido possível, temendo que ele escolha uma outra opção e venha a se mudar de canal.

@leonaardogsilva 

OPINIÃO: Danilo Gentili no SBT. Porque não?

Danilo Gentili estaria em negociações com o SBT

Desde que Silvio Santos elogiou Danilo Gentili no Troféu Imprensa, afirmando, em tom de brincadeira, que precisaria levar ele para o SBT, os boatos acerca de uma negociação entre a emissora da Anhaguera e o ex-CQC estão rolando. Há alguns dias já foi até confirmado que há conversas entre a diretora executiva da emissora, Daniela Beyruti, e o comediante.  Os comentários e reportagens, contra e a favor da troca de emissora por parte de Danilo e sua equipe foram os mais diversos. Uns querem, outros rejeitam e por aí vai. Cada um com sua opinião. Contudo, um dos argumentos de quem é contra essa mudança, e que me chamou muito a atenção, é que “há muita instabilidade no emissora de Silvio Santos”.

No SBT, caso acerte a mudança, Gentili ocupará a faixa da madrugada, disputando diretamente com Jô Soares. Entraria no ar logo após o Jornal do SBT e antecederia os seriados que a emissora exibe no horário. E quem é o principal público desses seriados? Isso mesmo, o público jovem. O mesmo público que faz do Agora é Tarde um sucesso em audiência.  Ou seja, seria uma excelente faixa de horário para o programa, que manteria seu público e continuaria com a liberdade que tem na Band – primeiro porque o SBT não censura e, segundo, que o horário permite.

Se Danilo vai aceitar a proposta de Silvio e sair da Band para o SBT, isso o tempo nos dirá. Mas uma coisa é certa: se ele for, seu programa fará sucesso do mesmo jeito. Ele já provou que o estilo, mesmo que em parte seja uma imitação de outros talk-shows, deu certo. O programa tem uma equipe competente, que soube, no momento certo, fazer as devidas modificações e tirar aquela desconfiança que alguns ainda tinham com a atração. E no SBT, caso não consiga levar todos de sua atual produção, encontrará pessoas de igual competência para fazer os devidos ajustes.

Bem, e enquanto a instabilidade, quem afirma que o SBT ainda é muito “instável” é porque desconhece a atual situação da emissora. As mudanças na grade de programação quase inexistem. Silvio Santos já não se mete em quase nada, salvo algumas exceções no jornalismo e nas atrações infantis. Além disso, uma das faixas que menos sofre alteração, é a da madrugada. Resumindo, o SBT tem tudo que a Band tem para oferecer a Gentili um programa de qualidade e com liberdade que merece.

Opinião de Leandro Conceio

Silvio Santos estaria interessado em contratar Danilo Gentili

Silvio Santos estaria interessado em contratar Danilo Gentili

O SBT pode contar com um novo apresentador em breve. Segundo o que se comenta, Silvio Santos não estava brincando quando disse que gostaria de contratar Danilo Gentili.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o patrão já esta pensando em contratar o apresentador do “Agora é tarde“, da Band. O empresário mostrou interesse durante as gravações da 55ª edição do Troféu Imprensa. Não faltaram elogios e comentários ao humorista.

Falando no Troféu Imprensa, o programa em que o humorista apresenta na Band ganhou o prêmio de melhor programa de entrevistas de 2012.

Henrique Oliveira