CLUB DRAMATURGIA NEWS #13: Desfechos de Malhação e mistérios de ‘Amor à Vida’ são os destaques

CDN

 

Eaí, galera, sejam bem-vindos a uma edição extraordinária do Club Dramaturgia News, que mais é um pedido de desculpas por não ter postado a coluna por duas semanas, enfim, espero que curtam. Vamos aos destaques:

MÃE BIOLÓGICA DE PALOMA ENTRARÁ NA TRAMA EM BREVE

30mar2013---a-atriz-lucia-verissimo-prestigia-o-show-da-cantora-maria-bethania-no-hsbc-brasil-na-zona-sul-de-sao-paulo-1364697075565_956x500

Desde o primeiro capítulo de ‘Amor à Vida’ somos atingidos pelas especulações de Félix (Matheus Solano), que está certo de que nunca viu sua mãe grávida de Paloma e insinua que ela é adotada.

Bem, ele não estava totalmente errado. Pillar (Susana Vieira) realmente não é a mãe biológica de Paloma, pois ela é fruto de um affair que César (Antônio Fagundes) teve com uma milionária.

A milionária será vivida por Lucia Veríssimo (foto) e deve ter suas primeiras cenas no ar em breve.  E já que estamos falando de filhos fora do casamento, Félix também não é filho de César. Seu pai na verdade é Denizard (Fúlvio Stefanini), que teve um romance com Pillar na adolescência.

‘JOSÉ DO EGITO’ AMARGA EM CONFRONTO COM ‘AMOR À VIDA’, ‘XEPA’ DÁ UM UPGRADE

versus

Na noite passada, sem o futebol na Rede Globo, ‘Amor à Vida’ teve duração estendida e acabou por confrontar com José do Egito, que conseguia audiências razoáveis para a emissora de Edir Macedo, porém, no confronto com o folhetim de Walcyr Carrasco, a minissérie amargou e fechou apenas 6 ponto, média que as novelas vespertinas do SBT marcam sem gastar milhões na produção de um capítulo.

Quando o nosso amor das nove, que fechou 36 pontos, acabou e entrou no ar o filme ‘Os Especialistas’, a adaptação de Gustavo Reiz para a Record conseguiu aumentar a audiência em um ponto e fechou com 7.

ELBA RAMALHO GRAVA PARTICIPAÇÃO EM ‘FLOR DO CARIBE’ E É SÓ ELOGIOS

Sem título

Na última terça-feira (18), a cantora Elba Ramalho, voz que embala o romance de Cassiano (Henri Castelli) e Esther (Grazi Massafera), gravou uma participação em Flor do Caribe e foi muito elogiada pelo elenco e equipe.

A pernambucana que começou sua vida artística no teatro revela a satisfação com a experiência como atriz: “Venho de uma história de teatro. Acho que primeiro olhar do meu trabalho é a atriz. Quando entro no palco é a atriz que olha. A experiência do teatro é muito forte. É lógico que televisão tem um outro sentido. Vim para me divertir. Não vim de personagem, vim de Elba. Isso que é legal”.

E se você pensa que Elba foi ao Projac apenas para cantar, está muito enganado, a loira ainda vai desvendar o mistério de Maria Adília, a filha desaparecida de Veridiana (Laura Cardoso).

Uma participação explosiva dessa, levou até o autor da trama, Walther Negrão, a ir conferir de perto a produção. “Sou fã de carteirinha desde que ela cantou a abertura de minha outra novela, ‘Tropicaliente’. Quando comecei a escrever essas cenas, logo pensei na Elba. Ela é atriz e cantora, é nordestina e tem o clima da novela. Não podia ser mais ninguém” ele revelou.

REPRISES DO SBT PERDEM O FOLEGO NA ÚLTIMA QUARTA (19)

RUBI3

Na última quarta, as três reprises do SBT marcaram audiências razoáveis na faixa vespertina da emissora.

Marimar, folhetim protagonizado por Thalia, que marcou ótimos índices no ano passado, conquistou apenas 4 pontos.

Já ‘Cuidado com o Anjo’ e ‘Rubi’ conseguiram um ponto a mais, fechando com 5, porém o normal é que o folhetim de William Levi conquiste os seis pontos e Rubi crave 8.

O motivo dessas baixas foi o jogo da seleção brasileira contra a do México pela Copa das Confederações.

JULIANA PAIVA SE EMOCIONA AO GRAVAR DESFECHO DE FATINHA

cu5fzys88tbzgr7xvggtvh1j6

Embora só acabe no dia 5 de julho, os desfechos de ‘Malhação’ já estão sendo gravados e um dos mais esperados é o de Fatinha (Juliana Paiva) e Bruno (Rodrigo Simas).

Os dois encerram o folhetim casados – oficialmente, na igreja e sem alianças de côco – e a cena foi gravada na última terça-feira (18).

A atriz Juliana Paiva, que levou a tia e a mãe para acompanharem a gravação da sequência, revela que “via nas novelas e imaginava o dia que ia entrar de noiva. Agora estou indo às forras com a Fatinha, porque é o segundo casamento dela” e ainda completou “Sou romântica, né? Gosto muito desse tipo de cena”.

EM ‘AMOR À VIDA’, FÉLIX CONFESSA SEXUALIDADE PARA JACQUES E SE DECLARA

jacques-felix-sentados-provoca-conversa

Durante um almoço com Jacques (Júlio Rocha), Félix (Matheus Solano) acaba revelando os detalhes mais sórdidos da sua vida sexual para o cirurgião, que se aproveitará disso para conseguir ascender no hospital em que trabalha. Veja o diálogo:

FÉLIX    — Eu me sentia tímido com as mulheres, já tinha tentado sair com uma garota de programa e… Bem, não tinha conseguido. Mas com a Edith foi diferente. Ela foi tão aberta… Delicada… Me conduziu… E eu também queria tanto ser aceito pelo meu pai, ser considerado normal…

JACQUES    — Mas você é normal…

FÉLIX    — O mundo tem preconceito, sabe disso. Eu me esforcei. Acostumei. Foi assim, mais ou menos como me acostumar com a culinária japonesa. Um gosto adquirido.

JACQUES    — Entendi. Então, você passou a gostar de mulher. A gente quase poderia dizer que você é um ex-gay.

FÉLIX    — Ex-gay não existe. Ex-gay é um cara que mente pra si mesmo, e eu sou um cara franco… Eu me olho no espelho e sei quem eu sou.

JACQUES    — Já amou alguém… Um cara?

FÉLIX    — Teve um cara, que eu chamava de Anjinho. Era maluco por ele, às vezes ainda penso onde está. Mas a minha mulher me pegou… Num encontro com ele, num shopping.

JACQUES    — Mas se era só um shopping…

FÉLIX    — Eu estava dando um Rolex pra ele.

JACQUES    — Puxa, pra dar um Rolex você gostava mesmo desse Anjinho.

FÉLIX    — Eu sofri, mas me afastei dele. Perdi o contato. Mas eu penso que amor… Eu só poderia ter por um outro… Um outro homem.

JACQUES    — E sua família?

FÉLIX    — Me acostumei, gosto de viver com a Edith. Gosto de ter uma família. Mas é como um gosto adquirido. E, francamente, eu acho que prefiro comida japonesa.

JACQUES    — Desculpa fazer tantas perguntas. Eu fiquei curioso.

FÉLIX    — Eu posso satisfazer a tua curiosidade de outras formas.

JACQUES    — Félix, já te disse, eu preciso de um tempo.

FÉLIX    — Claro. Mas fica sabendo, Jacques, não sou o tipo capaz de esperar eternamente.

 

E eu vou ficando por aqui, espero que tenham gostado dessa edição feita especialmente para compensar minha ausência e eu os espero no domingo para batermos um papo sobre Saramandaia.  Qualquer dúvida, questionamento, crítica, elogio e sugestão, podem me falar no twittter: @jpaulo_as

Anúncios